[PROSPECTOS 2017] Zach Cunningham, LB, Vanderbilt

[PROSPECTOS 2017] Zach Cunningham, LB, Vanderbilt

Um dos melhores jogadores de um dos piores times da SEC, Zach Cunningham é um linebacker extremamente bem cotado por aliar diversas características que provavelmente o farão ser um excelente jogador nos profissionais: tamanho, agilidade, rapidez, intensidade e atleticismo.

O recruta de quatro estrelas ganhou 13 quilos de massa muscular desde que chegou em Vanderbilt e isso ajudou bastante para ser a máquina de tackles que é.

Estatísticas:

2014 (Freshman): 67 tackles (37 solo), 6,5 tackles para perda de jardas, 1,5 sacks e 1 fumble forçado.
2015 (Sophomore): 103 tackles (69 solo), 16,5 tackles para perda de jardas, 4,5 sacks e 4 fumbles forçados.
2016 (Junior): 125 tackles (71 solo), 16,5 tackles para perda de jardas, 3 passes defendidos, 2 fumbles forçados.

Pontos Positivos:

As primeiras coisas que saltam aos olhos são sua rapidez e agilidade. Elas são impressionantes para um jogador desse tamanho. Cunningham parece sempre estar próximo à bola devido a esses atributos e quando consegue se mover dos bloqueios, faz os tackles parecerem mais simples do que eles realmente são, apesar de esse ser um quesito que ele precisa melhorar.

É um jogador bastante agressivo na contenção do passe. Possui o atleticismo necessário para jogar em coberturas de zona se preciso for. A altura dele é interessante para fazer a cobertura dos tight ends adversários, assim como de wide receivers que cruzem em rotas no meio do campo.

A excelência aparece mesmo contra o jogo corrido: Cunningham foi o sexto melhor inside linebacker do país na contenção do jogo terrestre dos adversários.

Pontos Negativos:

Como citado, a maneira como Cunningham chega nos tackles é algo a se melhorar em seu jogo. Muitas vezes contra running backs, ele vai muito alto para derrubar e acaba perdendo tackles. Ele foi o 44º melhor linebacker nesse quesito perdendo um tackle em cada 9,7 tentativas.

Para título de comparação, antes da lesão no draft passado, Jaylon Smith era considerado o melhor da posição e ele perdeu um em cada 6.6 tentativas. Ou seja, o número de Cunningham mesmo onde é ruim, acaba não sendo dos piores.

Outro ponto que precisa de uma melhora é no reconhecimento de jogadas como o play action. Por vezes ele perde 1 ou 2 segundos por aqui e demora um pouco para chegar, fazendo com que sua equipe perca jardas importantes.

E você? O que acha de Zach Cunningham? Veja aqui os Highlights do jogador e deixe nos comentários a sua opinião.

Attachment

pedro-ivo

Pedro Ivo tem 25 anos e se formou em Jornalismo em 2016. Começou a acompanhar a NCAA em 2010, quando foi morar em Vancouver. Em visita à cidade, estava sem dinheiro para ir a um jogo do Seattle Seahawks e aceitou ir ver um jogo de Washington, já que o ingresso era bem mais barato. Os Huskies venceram UCLA por 24-7 de virada e ali começou uma paixão pelo time roxo da Pac-12.