Jogos da sexta-feira de thanksgiving para dar um mim acher no chefe

Jogos da sexta-feira de thanksgiving para dar um mim acher no chefe

Sexta-feira é aqueeele dia. O último dia útil desta semana (no Brasil, porque nos EUA é feriado) reserva 14 jogos de College Football para assistir durante o dia todo (sim, isso é sério) a partir das 15 horas (Horário de Brasília). Ah, mas você tem aula? Mate-a. Precisa trabalhar? Invente uma desculpa, dê um mim acher no chefe. Tantos jogos assim num único dia que não sejam em um sábado não acontecem o tempo todo. E você achando que a sexta-feira pós-thanksgiving era boa somente por conta da black friday.

Menções honrosas:

15h: North Carolina vs. NC State – vale o título da divisão para UNC caso vença e Virginia Tech perca; e a elegibilidade para a Bowl Season para NC State ou o emprego de Dave Doeren
18h30: #23 Washington State vs. #5 Washington (Apple Cup) – vale o título da Pac-12 Norte. Confira o preview aqui
18h30: Air Force vs. #19 Boise State – os Broncos precisam vencer e torcer para Wyoming perder para poder jogar a final da conferência contra Wyoming
21h: Texas Tech vs. Baylor – jogo com transmissão ao vivo na ESPN+
0h30: Arizona vs. Arizona State (Territorial Cup) – vale a ida para a Bowl Season para os Sun Devils. Para Arizona, vale a honra e o emprego de Rich Rodriguez

Texas Longhorns (5-6, 3-5 na Big 12) vs. TCU Horned Frogs (5-5, 3-4 na Big 12)

Por Carlos Massari

Horário: 18h30 de Brasília
Local: Darrell K. Royal Texas Memorial Stadium, Austin, Texas
Cotação: Texas é favorita por 3,5 pontos

Como superar uma derrota para Kansas? Os Longhorns enfrentam um duelo estadual de rivalidade depois de serem derrotados pelos Jayhawks pela primeira vez desde 1938. As boas notícias são que eles venceram o último rival de estado que enfrentaram dentro de casa e que TCU também tem sérios problemas na temporada. Este pode ser o último jogo dos mandantes sob o comando de Charlie Strong, especialmente se ficarem de fora da bowl season. É de se esperar que as duas equipes tentem estabelecer o jogo terrestre com os excelentes running backs D’onta Foreman e Kyle Hicks e que eles não sejam parados com nenhuma facilidade pelas defesas, que são duas peneiras. Shane Buechele vem de uma exibição bem ruim, mas ainda assim é mais quarterback que Kenny Hill. Junto com a força da torcida, deve conseguir levar Texas à vitória.

Palpites da equipe:

Texas: Carlos, Felipe
TCU: 

Iowa Hawkeyes (7-4, 5-3 na Big Ten) vs. #18 Nebraska Cornhuskers (9-2, 6-2 na Big Ten)

Por Felipe Michalski

Horário: 18h30
Local: Kinnick Stadium, Iowa City, Iowa
Cotação: Iowa é favorita por 3 pontos

Confronto bem interessante na Big Ten. Iowa não tem mais nada para fazer na temporada regular, mas quer se despedir bem da sua torcida em 2016. Nebraska ainda sonha com um improvável título de divisão, que depende de uma improvável combinação de vitória sua + derrota de Wisconsin para Minnesota. É mais fácil, no entanto, acontecer o contrário: os Hawkeyes vem de três vitórias consecutivas e fortemente empolgados após derrotarem Michigan. Com um jogo terrestre dominante contra uma defesa meia-boca do lado dos Huskers somada a uma defesa altamente dominante dos Hawkeyes, o time pode muito bem vencer – não à toa, as casas de apostas colocam Iowa como favorita. O fator-chave para Nebraska está necessariamente em uma boa atuação de Tommy Armstrong Jr. para tornar o confronto em um jogo com muitos pontos. Caso isso aconteça, aí os Huskers possuem mais chances de triunfar. E sobre Wisconsin, abordaremos no preview do sábado.

Palpites da equipe:

Iowa: Carlos, Felipe
#18 Nebraska:

#21 Western Michigan Broncos vs. Toledo Rockets

Por Carlos Massari

Horário: 20 horas
Local: Waldo Stadium, Kalamazoo, Michigan
Cotação: Western Michigan é favorita por 7 pontos

Nos seus onze jogos de invencibilidade, Western Michigan talvez não tenha enfrentado nenhum rival tão forte como Toledo (nem mesmo Northwestern e Illinois, da Big Ten). O quarterback dos Rockets, Logan Woodside, faz uma temporada excepcional, com 40 touchdowns e apenas sete interceptações. Os visitantes, porém, já sofreram duas derrotas: primeiro em um tiroteio contra BYU (55 a 53), depois para Ohio. Os Broncos, que ainda sonham com a vaga do Group of Five nos bowls de ano novo, são uma equipe bem mais completa, aparecendo no top 30 de boa parte das estatísticas, como ataque terrestre e defesa contra o jogo aéreo. Outra virtude é cuidar muito bem da bola – Zach Terrell foi interceptado, acredite ou não, só uma vez em toda a temporada, conseguindo assim uma ridícula média de 27 touchdowns para cada pick. Jarvion Frankiln e Jamauri Bogan formam uma ótima dupla de running backs e o wide receiver Corey Davis é um monstro, um dos principais do College Football em sua posição. Quem vencer enfrenta os Bobcats na final da MAC, mas para Western Michigan existe muito mais do que isso em jogo.

Palpites da equipe:

#21 Western Michigan: Carlos, Felipe
Toledo:

Attachment

felipem

Estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Maria e criador do College Football Brasil. Imparcialidade não existe, College Football é melhor que NFL e apaixonado por esportes. Torcedor da Universidade de Tennessee.