Times universitários tem ótimo domingo no Paulista de Flag

Times universitários tem ótimo domingo no Paulista de Flag

O domingo foi de alegria para a maioria das times universitários que disputam o Campeonato Paulista de Flag. Unicamp Eucalyptus, Metodista Skulls, UFABC Green Reapers e Mackenzie Mohawks saíram de campo vitoriosos. Coube apenas ao Unasp Roosters o gosto amargo de sofrer um revés – infelizmente, por um placar bastante elástico.

Veja abaixo como foi cada uma das partidas:

Em Jundiaí:

Unicamp Eucalyptus (1-1) 19 x 8 Mogi Guaçu Snake’s River (1-1)

Após uma derrota na estreia com péssima atuação do ataque, o Eucalyptus quis mostrar que estava recuperado. Com mais tempo de treino e melhor entrosamento, conseguiu cumprir a missão. Tanto ofensivamente como defensivamente, dominou o rival e conseguiu uma boa vitória.

A equipe da Unicamp marcou dois touchdowns no primeiro tempo – em um, o extra point foi bom e, no outro, bloqueado – para abrir uma vantagem de 13 a 0. No lance da segunda pontuação, um defensor do Snake’s River se lesionou seriamente, o que fez com que a partida ficasse um bom tempo paralisada no aguardo de uma ambulância.

Essa lesão aparentemente deu ânimo ao escrete de Mogi Guaçu, que marcou um touchdown (sem conversão) e um safety e diminuiu o prejuízo para 13 a 8. Quando uma virada começava a parecer possível, um passe longo colocou o Eucalyptus na boca da endzone, e em seguida o quarterback Celso Milanetto correu com a bola para dar números finais ao confronto: 19 a 8.

O Eucalyptus tentará construir um momento positivo dia 2 de julho, em Cerquilho, contra o Atibaia Super Chargers. A recuperação para o Mogi Guaçu Snake’s River passará por derrotar o Ducks Football no mesmo dia e local.

Unasp Roosters (o-2) 0 x 32 Ponte Preta Gorilas (2-1)

A exemplo do Eucalyptus, os Roosters também estavam há dois meses sem entrar em campo. Se para o time da Unicamp o tempo de treino funcionou, o mesmo não pode ser dito sobre a equipe da Unasp. O que se viu desde o primeiro momento do duelo foi um atropelamento do Ponte Preta Gorilas.

Os Roosters raramente conseguiam avançar a bola e, quando devolviam a bola para o rival, rapidamente sofriam touchdowns. Nos quatro primeiros, as conversões não foram bem sucedidas. Apenas no último, já com o cronômetro dentro dos últimos dois minutos, é que foram somados oito pontos.

Para o time da Unasp, fica a sensação de que é preciso melhorar. Os atletas e o treinador estão confiantes na qualidade dos treinos e que é possível conseguir vencer no próximo compromisso, que acontece dia 6 de agosto, em Engenheiro Coelho, diante do Diadema Diamonds. Os Gorilas jogam dia 16 de julho, em Mogi das Cruzes, contra o Palmeiras Locomotives.

A reportagem em vídeo sobre os dois duelos de Jundiaí deverá sair nos próximos dias.

Em São Paulo:

Metodista Skulls (4-0) 26 x 22 Silver Knights Football (1-2)

A impenetrabilidade da defesa do Metodista Skulls caiu, mas a invencibilidade do time não. Em um grande jogo contra o Silver Knights Football, o time universitário saiu vitorioso. Foi um confronto emocionante.

Os Silver Knights saíram na frente, mas após um reverse mal feito e uma interceptação, os Skulls ficaram perto da endzone. O quarterback Raphael Falcão correu com a bola e deixou tudo igual em 6 a 6. Esse foi o placar do primeiro tempo.

Na segunda etapa, momentos distintos. Primeiro, domínio completo da equipe da Metodista. Com touchdowns em passes de Falcão para Luís Nunes e Leonardo Gregório e uma pick-6 de Zuim, o lado universitário abriu uma grande vantagem de 26 a 6. Mas o exército prateado não desistiu, alcançou a endzone três vezes em sequência e teve a bola para buscar a virada. Com uma quarta descida mal sucedida, porém, os Skulls garantiram a manutenção dos 100% de aproveitamento.

O próximo compromisso do Metodista Skulls é no dia 27 de agosto, em Campinas, contra o Unicamp Eucalyptus. Os Silver Knights medem forças com o Atibaia Super Chargers, dia 16 de julho, em Mogi das Cruzes.

UFABC Green Reapers (2-1) 30 x 0 Diadema Diamond (0-3)

Se houve um atropelamento contra os times universitários, também houve um a favor. Atual campeão da LUFA, o UFABC Green Reapers não tomou conhecimento do Diadema Diamond, que ainda tirou o zero do placar em nenhum de seus compromissos no campeonato.

A morte verde abriu o placar com um field goal de Gustavo Rocco na primeira campanha. Após uma troca de punts, o primeiro touchdown da tarde veio em uma pick-6 de Guilherme Sobral. Com o extra point convertido, o placar do intervalo foi de 10 a 0 para os atletas universitários.

O ataque não havia produzido bem na primeira etapa, mas voltou com tudo para a segunda. O quarterback Gian Lucca, conhecido como Jundiaí, lançou touchdowns para Emerson Timóteo, João Penaforte e Amauri Rodrigues. Assim, a goleada terminou em 30 a 0.

O Diadema Diamond terá a missão de pontuar pela primeira vez na competição diante do Unasp Roosters, em confronto já citado anteriormente. Os Green Reapers buscam trilhar novamente o caminho da vitória apenas dia 20 de agosto, em Mogi Guaçu, em clássico contra o São Carlos Bulldogs.

Mackenzie Mohawks (2-2) 8 x 0 Brasil Devilz (1-2)

Vindos de duas derrotas consecutivas, os Mohawks precisavam de uma recuperação imediata. Graças a uma grande atuação da defesa, que não permitiu nenhum ponto ao Brasil Devilz, a vitória veio e deu tranquilidade aos mackenzistas na competição.

No dia 23 de julho, em Piracicaba, o time do Mackenzie busca continuar o bom momento contra o Agudos Diamonds. O Brasil Devilz, por sua vez, endiabrará o campo de Mogi Guaçu em 20 de agosto, diante do Snake’s River.

Além das cinco partidas citadas envolvendo times universitários, também tivemos a vitória do Piracicaba Cane Cutters (3-0) por 8 a 6 sobre o Jundiaí Flag Football (0-2).

Attachment

carlosmassari

Carlos Massari é graduado em Comunicação Social – Midialogia pela Unicamp e atualmente faz pós-graduação em Jornalismo Esportivo. É viciado em todos os tipos de esportes. Cinema, cervejas e viagens também o fazem feliz.