Políticos fazem lobby para universidades entrarem na Big 12

Políticos fazem lobby para universidades entrarem na Big 12

A busca da Big 12 por novos membros tem feito com que algumas universidades se movimentem radicalmente para serem escolhidas. Algumas das favoritas, como BYU, Memphis e Cincinnati, já manifestaram de forma pública que tem interesse em fazer parte da conferência. Mas também temos visto lobby vindo até mesmo de políticos dos estados.

Primeiro, foi o governador do Texas, Greg Abbott, que disse que “não existe como a Big 12 se expandir sem incluir Houston”. A conferência já possui quatro times do estado (Texas, Texas Tech, Baylor e TCU), e geograficamente seria muito lógica a inclusão dos Cougars, além do fato de que recentemente a equipe tem feito bonito no College Football.

Além de Abbott, o presidente da Universidade de Texas, Greg Fenves, afirmou que apoia a inclusão de Houston. O corporativismo do estado pode ajudar com que os Cougars consigam ocupar uma das duas (ou talvez quatro) vagas.

Mas ninguém foi tão longe ainda no lobby como uma universidade que pode ser vista como um azarão nessa briga: East Carolina. Roy Cooper (na foto acima)14, o candidato democrata a governador da Carolina do Norte, escreveu pessoalmente uma carta para o comissário da Big 12 explicando porque os Pirates devem ser incluídos nessa expansão.

“Academicamente, East Carolina é uma instituição de alta educação, com programas de graduação, pós-graduação e medicina reconhecidos nacionalmente. Além disso, os atletas da universidade são uma fonte de orgulho para a Carolina do Norte, e eu tenho confiança que seria uma ótima adição para a Big 12”, escreveu Cooper.

E tudo isso é apenas o início da briga. Caso se torne oficial a expansão, o que pode acontecer em breve, aguardem todos os interessados se digladiando pelos votos. Afinal, apenas a fatia dos direitos de televisão já seria capaz de elevar um programa a outro nível.

Attachment

carlosmassari

Carlos Massari é graduado em Comunicação Social - Midialogia pela Unicamp e atualmente faz pós-graduação em Jornalismo Esportivo. É viciado em todos os tipos de esportes. Cinema, cervejas e viagens também o fazem feliz.