Jogadores de Minnesota encerram boicote e irão jogar o Holiday Bowl

Jogadores de Minnesota encerram boicote e irão jogar o Holiday Bowl

Pouco depois de anunciarem seu boicote ao Holiday Bowl por conta da suspensão de 10 atletas por suspeita de abuso sexual, os atletas de Minnesota decidiram voltar atrás na manhã deste último sábado (17) e irão iniciar seus preparativos para o confronto contra Washington State no dia 27 de dezembro. Caso se mantivesse, seria a primeira vez na história do College Football que um time perderia um jogo de pós-temporada por conta de boicote estudantil.

Na declaração oficial, os atletas pediram um tratamento justo para os atletas envolvidos no incidente:

“Como equipe, nós entendemos o que ocorreu nestes últimos dias, e jogando futebol americano pela Universidade de Minnesota, isto é maior do que nós. Pedimos agora que vocês, membros da mídia, nossos fãs e o público em geral nos responsabilizem por garantir que nossos companheiros sejam tratados de forma justa, junto com todas e quaisquer vítimas de abuso sexual.

Também pedimos que o diálogo público com relação à aparente falta de um devido processo em um sistema universitário seja abertamente discutido e avaliado. Como jogadores de futebol americano, sabemos que representamos esta universidade e este estado e estamos sujeitos a um padrão mais elevado. Queremos expressar nossa mais profunda gratidão aos nossos treinadores e tantas outras pessoas por seu apoio durante este momento difícil e esperamos que os nossos fãs e a nossa comunidade entendam o porquê de tomarmos as ações que fizemos.

Nossos sentimentos e orações são para o bem-estar da mulher envolvida no incidente original e para os nossos 10 companheiros de equipe, para garantir que eles sejam tratados de forma justa. Estamos ansiosos para representar a Universidade de Minnesota e o estado de Minnesota no Holiday Bowl de uma forma que deixe a todos orgulhosos”.

felipem

Estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Maria e criador do College Football Brasil. Imparcialidade não existe, College Football é melhor que NFL e apaixonado por esportes. Torcedor da Universidade de Tennessee.