Bulldogs vencem a LUFA 2017; Eucalyptus são campeãs do feminino

Bulldogs vencem a LUFA 2017; Eucalyptus são campeãs do feminino

A Liga Universitária de Futebol Americano (LUFA) conheceu seus campeões nesse domingo. No masculino, o São Carlos Bulldogs venceu uma partida disputadíssima contra o Mackenzie Mohawks, com field goal nos últimos segundos, por 12 a 9 e ficou com o título. Já no feminino, o Unicamp Eucalyptus triunfou nos dois confrontos que jogou para levantar a taça.

Final do masculino – São Carlos Bulldogs 12 x 9 Mackenzie Mohawks

O São Carlos Bulldogs abriu o placar no final do primeiro quarto, com passe de Mark para Meneghini. O extra-point de Thiago Cano foi bom e deixou o placar em 7 a 0. Essa seria a única pontuação antes do intervalo, com a cortina de ferro sãocarlense sendo efetiva e impedindo os avanços mackenzistas.

Isso mudou no segundo tempo, porém. Em duas campanhas consecutivas, os Mohawks conseguiram pontuar para virar o jogo. Primeiro, com um field goal de Lucas Cabral, depois, com passe de Felipe Barreto para Luís Veras. O extra-point foi desperdiçado. Com o tempo passando, os representantes do Mackenzie ficaram mais perto da vitória e tinham a bola em seu campo de defesa a quatro minutos de fim. Um snap ruim acabou em safety e deixou o placar empatado em 9 a 9.

Os Bulldogs iniciaram a campanha decisiva precisando pontuar para ficar com o troféu no tempo regulamentar. No campo de ataque, queimaram o relógio e se posicionaram para o field goal decisivo. A quinze segundos do fim, Thiago Cano colocou a bola entre as traves para dar o segundo título da LUFA masculina da história dos representantes da UFSCAR, que sediaram a competição.

A equipe ainda segue viva no Campeonato Paulista de Flag, com a possibilidade de ter um grande ano com mais uma conquista.

Feminino – Semi-final 1 – São Carlos Bulldogs 21 x 18 USP Red Pandas

Buscando também o troféu feminino, a equipe dos Bulldogs precisou virar a partida contra o USP Red Pandas para ir à grande decisão. Pelas uspianas, Paula Kang lançou touchdowns para Laís Horta e Letícia Paiva, sendo que a primeira também apareceu passando a bola para Karina Murakawa entrar na endzone. Já para as Bulldogs, Mariane Zanatta encontrou Vanessa Furino e Camila ‘AK’ para touchdowns.

Como as conversões das Bulldogs haviam sido positivas e das Red Pandas não, o placar mostrava 18 a 14 para as uspianas a menos de dois minutos do final do jogo. Uma nova conexão entre Zanatta e Furino, porém, foi suficiente para fechar o jogo em 21 a 18 e garantir a presença da equipe sãocarlense na decisão.

Feminino – Semi-final 2 – Unicamp Eucalyptus 19 x 12 Engenharia Santos Buzzards

O primeiro desafio das Eucalyptus rumo ao troféu foi o time defensor do título – o Engenharia Santos Buzzards. No primeiro tempo, as então atuais campeãs estiveram por duas vezes na frente do placar, com passes de Sibila Carvalho para Ketlyn Gonçalves e Larissa “Caos” da Silva. As campineiras haviam descontado com Gabriela Jorge encontrando Karina Carpio na endzone. O placar era de 12 a 7.

Depois do intervalo, porém, só deu Eucalyptus. As representantes da Unicamp anotaram mais dois touchdowns – primeiro com passe de Gabriela Jorge para Larissa Breder, depois com corrida de Lívia Azevedo, para garantir o triunfo por 19 a 12.

Feminino – Final – Unicamp Eucalyptus 27 x 12 São Carlos Bulldogs

Após o USP Red Pandas vencer o Engenharia Santos Buzzards por 12 a 7 na decisão de terceiro lugar, Eucalyptus e Bulldogs se encontraram para a grande decisão do título feminino da LUFA em 2017. A partida foi bem mais simples do que as três que haviam sido disputadas antes do torneio.

Demorou para o placar ser aberto – isso só aconteceu quando Gabriela Jorge achou Larissa Breder para um touchdown a menos de dois minutos do intervalo. No segundo tempo, a equipe campineira deslanchou e entrou na endzone outras duas vezes, ambas com Karina Carpio recebendo lançamentos da quarterback. Com o placar em 21 a 0, as Bulldogs descontaram graças a uma conexão entre Mariane Zanatta e Camila “AK” Gonçalves, mas rapidamente uma corrida de Breder voltou a por panos frios no confronto. No apagar das luzes, Zanatta ainda achou Carolina Machado para reduzir a vantagem mais uma vez.

27 a 12 no placar final e comemoração para as campineiras. Foi a primeira vez que o Unicamp Eucalyptus venceu a edição feminina da LUFA.

Attachment

carlosmassari

Carlos Massari é graduado em Comunicação Social – Midialogia pela Unicamp e atualmente faz pós-graduação em Jornalismo Esportivo. É viciado em todos os tipos de esportes. Cinema, cervejas e viagens também o fazem feliz.