Preview: Dia 1 da Bowl Season

Preview: Dia 1 da Bowl Season

Embora a Bowl Season já tenha dado seus primeiros passos ontem, é hoje que os primeiros Bowls se iniciam de fato. Este será o dia mais movimentado da Bowl Season em termos gerais, superior até mesmo a época dos Bowls da Ano Novo. Serão nove partidas: cinco Bowls da FBS, um da FCS, uma semifinal da FCS e as finais da Division II e da NAIA, liga concorrente à NCAA.

Todas as partidas, com exceção à final da NAIA, terão transmissão no Watch ESPN. Os horários abaixo são de Brasília.

Celebration Bowl
North Carolina A&T Aggies (11-0) vs. Grambling State Tigers (11-1)

Por Felipe Michalski

Horário: 15 horas
Local: Mercedes-Benz Stadium, Atlanta, Georgia
Cotação: North Carolina A&T é favorita por 8 pontos
Transmissão: Watch ESPN
Histórico: Grambling State lidera a série por 4-3

Você deve se perguntar: por que há um Bowl na FCS se a divisão funciona no modelo de playoffs? Explico. O Celebration Bowl vale o título nacional das universidades historicamente negras (sigla HBCU em inglês), e neste ano o college football nestas universidades vai para o seu 125º ano. Sem dúvidas, um duelo com muita importância histórica.

Criado em 2015, o confronto reúne os dois únicos campeões do Bowl até aqui. North Carolina A&T possui um ataque poderosíssimo liderado pelo quarterback Lamar Raynard, um dos passadores mais prolíficos da FCS. Em 2017, ele acumula 2707 jardas lançadas, 26 touchdowns e apenas 5 interceptações. Grambling também não deixa por menos, com Devante Kincade, ex-Ole Miss, tendo 2680 jardas, 21 touchdowns e 3 interceptações. Não à toa, as duas equipes possuem média superior a 30 pontos por jogo e estão entre os melhores ataques da Football Championship Subdivision.

O jogo vale pela abertura oficial da Bowl Season e promete ser um confronto com muitos pontos. Vale a pena acompanhar.

R+L Carriers New Orleans Bowl
North Texas Mean Green (9-4) vs. Troy Trojans (10-2)

Por Sérgio Magalhães Jr.

Horário: 16 horas
Local: Mercedes-Benz Superdome, New Orleans, Louisiana.
Linha: Troy é favorita por 6,5 pontos.
Histórico: Troy lidera a série por 8-2
Transmissão: Watch ESPN

Troy vem para a partida com um pequeno favoritismo, muito devido a sua defesa. Há a promessa de um grande jogo, já que a principal unidade de North Texas é a ofensiva.

O Mean Green é o décimo oitavo melhor ataque do país, lançando em média por partida 291 jardas e correndo outras 176. É uma dinâmica bem interessante, mas embora os números sugiram um ataque voltado ao jogo terrestre, o quarterback Mason Fine obteve 3749 jardas e 28 touchdowns.

Troy não fica para trás. É possivelmente a dona do maior upset desse ano, quando bateu LSU em Baton Rouge por 24-21. Esse jogo aliás, quando os Trojans forçaram 4 turnovers, exemplifica bem a força dessa unidade, hoje ranqueada como 11ª do país em pontos cedidos por partida. Inclusive tendo a marca de única equipe do país que não cedeu mais de 25 pontos em nenhum jogo esse ano.

AutoNation Cure Bowl
Georgia State Panthers (6-5) vs. Western Kentucky Hilltoppers (6-6)

Por Redação CFB

Horário: 17h30
Local: Camping World Stadium — Orlando, Florida
Cotação: Western Kentucky é favorita por 6,5 pontos
Transmissão: Watch ESPN
Histórico: Western Kentucky lidera a série por 1-0

Georgia State é provavelmente o pior time a se classificar para a Bowl Season e Western Kentucky já não é mais a mesma dos tempos áureos. Porém, na Bowl Season é exatamente esse tipo de jogo que em geral se mostra como sendo bom de assistir.

Os Hilltoppers começaram a temporada 5-2 e prometiam vir para vencer a sua conferência, porém perderam jogos para Florida Atlantic, Vanderbilt, Marshall e Florida International e precisaram se contentar com o Cure Bowl.

Já pelo lado do time de Atlanta, a surpreendente vitória contra Appalachian State colocou a equipe aqui. Com um jogo basicamente aéreo, Conner Manning (não, ele não é parente de Archie, Peyton e Eli) tenta levar o time à frente, mas tem bastante dificuldades com a falta de jogo terrestre.

Las Vegas Bowl Presented by Geico
Oregon Ducks (7-5) vs. #25 Boise State Broncos (10-3)

Por Márcio Nunes

Horário: 18h30
Local: Sam Boyd Stadium, Las Vegas, Nevada
Cotação: Oregon é favorita por 7 pontos
Transmissão: Watch ESPN
Histórico: Boise State lidera a série por 2-0

Com a saída do head coach Willie Taggart para comandar Florida State, os Ducks viajam até a cidade de Las Vegas, no estado de Nevada, com seu substituto já em mente: Mario Cristobal, até então coordenador ofensivo e posteriormente efetivado pela direção, comanda a equipe no Bowl contra Boise State.

O grande destaque do time dos Ducks é o quarterback Justin Herbert. Depois do seu retorno de uma lesão no ombro, os Ducks venceram as duas últimas partidas na temporada regular e com o quarterback em campo, o time possui a média de 50 pontos por partida. Do outro lado, os campeões da Mountain West possuem seu protagonismo no lado defensivo, com destaque para o linebacker Leighton Vander Esch, que recebeu o prêmio de jogador defensivo do ano na conferência.

Os Broncos retornam para o Las Vegas Bowl pela primeira vez desde quando venceu três edições consecutivas entre 2010 e 2012. Nos dois únicos confrontos contra Oregon, os Broncos levaram a melhor: 37-32 em 2008 e 19-8 na abertura da temporada de 2009, que terminou com Boise State campeã do Fiesta Bowl.

Gildan New Mexico Bowl
Marshall Thundering Herd (7-5) vs. Colorado State Rams (7-5)

Por Redação CFB

Horário: 19:30
Local: Dreamstyle Stadium, Albuquerque, New Mexico
Cotação: Colorado State é favorita por 5,5 pontos.
Transmissão: Watch ESPN
Histórico: Este é o primeiro confronto

Para jogar este New Mexico Bowl, temos duas equipes que decepcionaram bastante seus torcedores neste ano. Esperava-se muito mais de Rams e dos Thunder Herds.

Os Rams abriram seu estádio novo com uma boa vitória sobre Oregon State, mas depois provou-se um time cheio de deficiências na defesa nos jogos contra Wyoming, Air Force e principalmente contra Boise State, onde ganhavam por uma boa margem e entregaram a vitória no fim do jogo.

O time de Marshall começou muito bem na temporada com um 6-1 logo no início, mas assim como sua rival deste sábado, caiu muito de produção e fechou a temporada com um 7-5 pavoroso. Esse jogo é tratado como a redenção da equipe, onde vão enfrentar um bom ataque e que pode revigorar a boa defesa que praticavam no início da temporada.

FCS Playoffs – Semifinal 2
#1 James Madison Dukes (13-0) vs. #5 South Dakota State Jackrabbits (11-2)

Por Felipe Michalski

Horário: 20h30
Local: Bridgeforth Stadium, Harrisonburg, Virginia
Cotação: James Madison é favorita por 1,5 pontos
Transmissão: Watch ESPN

Diferentemente da outra semifinal, esta sim promete: James Madison e South Dakota State estão entre as melhores equipes da FCS junto com North Dakota State. No confronto de potências, a atual campeã James Madison precisa superar a desconfiança da vitória sofrida conquistada nas quartas de final contra Weber State, em triunfo conquistado apenas com um Field Goal no estouro do cronômetro. Para South Dakota State, este é o seu ano e o time joga pra derrubar a campeã e encarar novamente North Dakota State em 2017.

O fato de serem duas das melhores equipes da FCS não significa que elas não tenham pontos a serem explorados. O jogo aéreo de James Madison não tem funcionado da mesma maneira que em 2016, com média de 8 jardas por passe e 12 interceptações na temporada. Em compensação, a defesa contra o jogo terrestre de South Dakota State tem sido bastante problemática e a vitória por 56-14 contra New Hampshire até engana, já que a equipe do nordeste americano tem sérias dificuldades em correr com a bola.

Além disso, o ataque de South Dakota State é excessivamente unidimensional. Taryn Christion é um excelente quarterback e em 2017 já lançou para 3281 jardas, 33 touchdowns e 8 interceptações, mas o ataque terrestre deixa muito a desejar. Se ele for parado, possivelmente todo o ataque será parado.

Será interessante analisar os matchups para este confronto. Quem vencê-los deve ir à final.

Division II Football National Championship
#2 Texas A&M-Commerce Lions (13-1) vs. #4 West Florida Argonauts (11-3)

Por Sérgio Magalhães Jr.

Horário: 21 horas
Local: Sporting Park, Kansas City, Kansas
Transmissão: Watch ESPN
Histórico: Este é o primeiro confronto

Os Lions vem para essa partida como a segunda força da divisão, após terem batido #3 Harding por 31-17. A surpresa veio do outro lado da chave, com #4 West Florida batendo #1 Indiana (PA). Aliás, o time da Flórida em si já surpreende pelo quão longe chegou: o programa de futebol americano está apenas em seu segundo ano na história.

Podemos dizer que o ataque texano é unilateral, já que são 206 jardas aéreas por partida contra apenas 66 pelo chão. Esses números, no entanto, não deixam o jogo dos Lions frágil. Prova disso são os 520 pontos marcados ao longo dessa temporada. Com os 224 sofridos, eles tem uma média de 37-16 por partida. O ponto negativo da equipe é a dependência do jogo aéreo. Foram 612 passes lançados nesse ano para 45 touchdowns e mais de 4900 jardas. Porém, a linha ofensiva cedeu 39 sacks, e foram apenas 16 touchdowns corridos.

O time da Flórida é mais modesto: são 28 pontos feitos contra 20 sofridos. A esperança é que o jogo dos Lions é previsível. Entretanto, é preciso saber como pará-lo, e isso talvez não seja assim tão óbvio.

NAIA Football Championship
St. Francis Cougars (13-0) vs. Reinhardt Eagles (12-0)

Por Felipe Michalski

Horário: 21 horas
Local: Daytona Beach Municipal Stadium, Daytona Beach, Florida

Na decisão da principal liga universitária concorrente da NCAA, a NAIA, temos um confronto entre a atual campeã, que tenta ser o primeiro time a vencer dois títulos consecutivos desde Sioux Falls em 2008 e 2009, contra Reinhardt, programa de futebol americano da Georgia que vai apenas para o seu quinto ano de história e já é o programa mais jovem a chegar a uma final da NAIA.

St. Francis, a atual campeã, figura entre as melhores equipes em praticamente todos os quesitos e figura no Top 5 em pontuação total (587 pontos), jardas lançadas (4.105), jardas terrestres cedidas por jogo (80,5) e pontos cedidos por jogo (17,5). Seu quarterback, Nick Ferrer, tem 3.932 jardas lançadas – terceiro melhor número da NAIA em 2017 – e 39 touchdowns.

Eles, porém, terão que enfrentar a poderosíssima defesa de Reinhardt. Os Eagles lideram a NAIA em jardas cedidas por jogo (66,8), jardas cedidas por jogo (222,8), pontos cedidos por jogo (13,8) e em conversões de 3ª descida (23,1%). Além disso, a unidade anotou 44,5 sacks na temporada, com Tevin McCoy e JT Graydon liderando o setor com 8,5 sacks cada.

É um jogo difícil de prever vencedor, mas St. Francis é favorita devido à experiência dos seus atletas em uma decisão deste tipo.

Raycom Media Camellia Bowl
Arkansas State Red Wolves (7-4) vs. Middle Tennessee Blue Raiders (6-6)

Por Redação CFB

Horário: 23 horas
Local: Cramton Bowl, Montgomery, Alabama
Cotação: Arkansas State é favorita por 3,5 pontos
Transmissão: Watch ESPN
Histórico: Middle Tennessee lidera a série por 9-5

Você gosta de ataques? Pois bem, este é o seu jogo. Não espere menos que 60 pontos aqui.

Arkansas State liderou a Sun Belt em jardas totais e ficou em 11º na FBS no mesmo quesito. O quarterback Justice Hansen será o líder desse ataque novamente, mostrando seu valor e tentando arrumar uma vaga no próximo nível, o que é bem provável que consiga.

Middle Tennessee também não fica atrás. Desde a volta de Brent Stockstill, o time vem numa crescente e ainda conseguiu se classificar para a Bowl Season. Além disso, a equipe perdeu os últimos quatro Bowls que disputou e de maneira feia. Eles querem terminar de uma vez por todas com a estigma de que são uma equipe “amarelona”.

Attachment

felipem

Estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Maria e criador do College Football Brasil. Imparcialidade não existe, College Football é melhor que NFL e apaixonado por esportes. Torcedor da Universidade de Tennessee.