East Mississippi é campeã nacional das Junior Colleges; Independence vence Midwest Bowl

East Mississippi é campeã nacional das Junior Colleges; Independence vence Midwest Bowl

A temporada das Junior Colleges acabou neste final de semana com a sua Bowl Season. Duas equipes em particular conhecidas pelo público brasileiro se deram bem na pós-temporada das JUCOs: East Mississippi se sagrou tetracampeã nacional (2011, 2013, 2014, 2017) justamente no primeiro ano após a saída da Netflix da cidade de Scooba. O time venceu Arizona Western por 31-28 neste último domingo (03) após ficar inelegível para a pós-temporada em 2015 devido a uma briga e ter ficado em #3 no ranking final em 2016 (leia formato de competição das Junior Colleges abaixo). A Netflix filmou as temporadas de 2015 e 2016 dos Lions.

Já a Independence Community College (ICC), novo alvo das filmagens da Netflix, venceu Northeastern Oklahoma A&M por 30-20 no Midwest Classic Bowl e fechou com campanha 9-2, a melhor dos últimos anos da faculdade comunitária. Em 2016, o time havia fechado com campanha 5-5.

O final de semana também foi marcado por playoffs na FCS, Division II, Division III e NAIA, os quais estão chegando às suas fases finais. Confira os resultados:

FCS – Oitavas de final

Os oito melhores ranqueados finalmente estrearam nos playoffs contra os vencedores da primeira rodada. Jogando em casa, a maioria deles triunfou, como as favoritas James Madison, atual campeã nacional, e North Dakota State, pentacampeã consecutiva entre 2011 e 2015. Porém, as equipes imediatamente abaixo falharam e deram adeus à competição: Jacksonville State, sempre uma candidata de peso, anotou apenas 7 pontos em casa e perdeu para uma Kennesaw State pouco acostumada a ir longe em playoffs. New Hampshire também conseguiu o upset no gramado roxo e cinza de Central Arkansas. Os confrontos das quartas de final ocorrem na semana que vem.

Formato: 24 times disputam os playoffs da FCS. Os oito primeiros ranqueados folgam na primeira rodada e jogam em casa na segunda rodada contra os vencedores da primeira. O torneio é em formato eliminatório e o time de melhor campanha joga em casa até a decisão, que será realizada no dia 06/01/2017 em Frisco, no Texas. Os campeões de conferência garantem vaga automática nos playoffs.

#1 James Madison 26-7 Stony Brook
#2 North Dakota State 38-3 San Diego
#3 Jacksonville State 7-17 Kennesaw State
#4 Central Arkansas 15-21 New Hampshire
#5 South Dakota State 37-22 Northern Iowa
#6 Sam Houston State 54-42 South Dakota
#7 Wofford 28-10 Furman
#8 Southern Utah 13-30 Weber State

Jogos das quartas de final

Sexta, 8 de dezembro

22h: #1 James Madison vs. Weber State

Sábado, 9 de dezembro

15h: #2 North Dakota State vs. #7 Wofford
18h: #5 South Dakota State vs. New Hampshire
23h30: #6 Sam Houston State vs. Kennesaw State

Division II – Quartas de final

A Division II segue pregando peças em absolutamente todo mundo. Três das quatro visitantes venceram suas regiões e garantiram vaga nas semifinais. Entre as triunfantes, estão times que receberam seeds #5, #6 e #7 e que jogaram os playoffs quase que totalmente fora de casa. O único time a confirmar seu favoritismo foi Indiana (PA), que derrotou Assumption do running back brasileiro Douglas Santos por 27-22. Para as semis, os seeds foram redistribuídos entre os remanescentes. Texas A&M-Commerce, por exemplo, havia recebido o seed #5 para as fases anteriores, mas será seed #2 na fase semifinal e fará seu primeiro jogo em casa nos playoffs.

Formato: 28 times disputam os playoffs da Division II. Os quatro melhores times recebem folga na primeira rodada e os outros times recebem seeds de #2 a #7, divididos em quatro regiões. O time de seed mais alto joga em casa até as semifinais, quando a NCAA define quem será o mandante nessa fase. A final é realizada em campo neutro. Os campeões de conferência recebem vaga automática nos playoffs.

Região 1

#1 Indiana (PA) 27-22 #3 Assumption

Região 2

#1 West Alabama 21-28 #6 West Florida

Região 3

#4 Ferris State 14-17 #7 Harding

Região 4

#2 Minnesota State-Mankato 21-31 #5 Texas A&M-Commerce

Semifinais

15h: #1 Indiana (PA) vs. #4 West Florida
18h30: #2 Texas A&M-Commerce vs. #3 Harding

Division III – Quartas de final

A D3 segue a sua escala de não-surpresas como sempre. As finalistas de 2016, Wisconsin-Oshkosh e Mary Hardin-Baylor, venceram seus jogos pelas quartas de final. Mount Union, que também foi semifinalista no ano passado, superou Case Western sem dificuldades. A única “surpresa” é a College at Brockport, faculdade do estado de Nova Iorque que venceu Delaware Valley e se junta às outras três. “Surpresa” entre aspas porquê está invicta na temporada como todas as outras semifinalistas, mas decide a vaga para a final fora de casa diante da atual campeã nacional.

Formato: 32 times disputam os playoffs da Division III. Os times se enfrentam em mata-mata na casa do time de melhor campanha até a final, que é realizada em Salem, Virginia (Stagg Bowl). Os campeões de conferência recebem vaga automática nos playoffs.

Wisconsin-Oshkosh 41-27 Wartburg
Mary Hardin-Baylor 24-10 St. Thomas (MN)
Mount Union 45-16 Case Western
Delaware Valley 28-31 Brockport

Semifinais

Sábado, 9 de dezembro

16h: Wisconsin-Oshkosh vs. Mount Union
18h30: Mary Hardin-Baylor vs. Brockport

NAIA – Semifinais

Também teve poucas surpresas, embora os jogos tenham sido emocionantes. Os seeds #1 e #2 garantindo vaga na final: a atual campeã St. Francis (IN) bateu Morningside por apenas 7 pontos e Reinhardt só conseguiu superar Southern Oregon na segunda prorrogação, diante de um time que teve que ficar na região por conta da complicadíssima logística causada pela distância.

Formato: os 16 melhores ranqueados são selecionados por um comitê da NAIA. Os times se enfrentam em mata-mata simples na casa do time de melhor campanha até a decisão, cuja final é disputada em Daytona Beach, Florida.

St. Francis (IN) 43-36 Morningside (IA)
Reinhardt (GA) 37-34 Southern Oregon

Final

Sábado, 16 de dezembro

21h: St. Francis (IN) vs. Reinhardt (GA)

NJCAA – Bowl Season

A conquista do título nacional por East Mississippi se deu diante de muitas dificuldades. O time foi dominado em jardas e em tempo de posse de bola: Arizona Western teve 381 jardas totais (239 terrestres), contra apenas 246 de EMCC. Em posse, Arizona Western esteve com a bola por 39:49, contra apenas 20:11 dos Lions. Apesar disso, o time liderou o placar durante quase toda a partida graças a uma pick six e a um retorno de kickoff de 54 jardas, fundamental para que a equipe anotasse um dos seus touchdowns. O quarterback de EMCC, Lindsey Scott Jr, foi eleito o melhor jogador da decisão. Ele é atleta transferido de LSU e teve desempenho de 15/28 para 170 jardas e 2 touchdowns. O linebacker Ty’Ree Evans, também de EMCC, foi eleito o melhor jogador defensivo.

Confira os melhores momentos da partida:

Já Independence, nova faculdade que a Netflix acompanha, venceu seu primeiro Bowl Game da história ao derrotar Northeast Oklahoma A&M, que estava ranqueada em #4, por 30-20. A vitória fez com que o time terminasse em #5 no ranking final – a melhor classificação da história da faculdade.

Foto: ICC Athletics

Outros Bowl Games também foram disputados neste final de semana. Confira:

Formato: semelhante à FBS pré-CFB Playoff. Os dois primeiros são elegíveis para disputar a final nacional e há alguns Bowls para os principais times que ficam de fora.

BOWL SEASON

NJCAA National Championship – Mississippi Bowl (03/12):
#1 East Mississippi 31-28 #2 Arizona Western

SÁBADO, 2 DE DEZEMBRO

Champs Heart of Texas Bowl
#8 Trinity Valley 48-41 #12 Garden City

Red Grange Bowl
DuPage 35-0 Mesabi Range

Valley of the Sun Bowl
Mesa CC 23-28 #16 ASA Brooklyn

Salt City Bowl
Hutchinson 34-48 Eastern Arizona

El Toro Bowl
#6 Snow College 43-41 #10 Blinn College

DOMINGO, 3 DE DEZEMBRO

Graphic Edge Bowl – Jogo de abertura
Ellsworth 55-14 #20 Northland

Midwest Classic Bowl
#4 Northeastern Oklahoma A&M 20-35 #7 Independence CC

Graphic Edge Bowl – Jogo principal
#3 Iowa Western 36-19 #5 Northwest Mississippi

Foto: EMCC Athletics

Attachment

felipem

Estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Maria e criador do College Football Brasil. Imparcialidade não existe, College Football é melhor que NFL e apaixonado por esportes. Torcedor da Universidade de Tennessee.