O melhor e o pior da semana 8: Big 12

O melhor e o pior da semana 8: Big 12

Até que existe uma ponta de esperança em uma temporada que começou parecendo perdida para a Big 12: Baylor e West Virginia estão invictos e no top 25 da AP, podendo ainda postular verdadeiramente uma vaga nos playoffs. É verdade que as duas universidades ainda entram na parte mais complicada de suas tabelas, mas é possível, mesmo que não provável, que alguma delas consiga passar intacta pelo oceano de perigos que as aguarda e chegar à terra prometida.

Dito isso, vamos ao super tradicional bingo da Big 12! Ele foi quase 100% completado na semana 8: Kansas perdeu? Sim! Teve quarterback lançando pra mais de 400 jardas? E como! Texas Tech cedeu mais de 40 pontos? Muito. Teve tiroteio? Opa, quase a redefinição da expressão. Só faltou a virada nos últimos segundos. Mas ok, logo completaremos todas as casas de novo.

O detalhe é que, excesso pela derrota de Kansas, quase todas as categorias foram preenchidas numa mesma partida: a insanidade ofensiva que foi Oklahoma x Texas Tech. Se é possível que um jogo sintetize uma conferência, nós acabamos de ver isso acontecendo…

O melhor: os ataques de Oklahoma e Texas Tech

O pior: as defesas de Oklahoma e Texas Tech

1708 jardas totais, maior número na história da NCAA. 125 pontos, segunda maior pontuação da história em um jogo envolvendo um time ranqueado (o primeiro, obviamente, também foi em um duelo da Big 12 – West Virginia 70 x 63 Baylor, em 2012). 724 jardas aéreas de só um quarterback, igualando recorde histórico da NCAA, e 1279 jardas aéreas dos dois signal callers somados, por muito o maior número já visto. Touchdowns de 56, 49, 46, 43, 41, 56 e 42 jardas.

É como se Oklahoma e Texas Tech tivessem entrado em campo com onze cones da defesa e visto os ataques rivais marcarem pontos à vontade. Principalmente no segundo tempo. Acha que eu estou exagerando? Então veja só o resultado de todas as campanhas depois do intervalo: punt, touchdown, touchdown, touchdown, touchdown, touchdown, touchdown, touchdown, touchdown, touchdown, touchdown, fim de jogo. É sério. Mesmo.

No fim, Oklahoma venceu por 66 a 59. Os dois times tiveram incrivelmente o mesmo número de jardas – 854 – mas o fator decisivo foram os dois turnovers dos Red Raiders, contra nenhum dos Sooners. Quase toda a produção de Texas Tech veio via aérea: Patrick Mahomes fez absurdas 88 tentativas de passe, completando 52 delas para 734 jardas, 5 touchdowns e uma interceptação. Baker Mayfield não precisou gastar tanto seu braço, já que sua equipe tem um jogo terrestre, e foi quase perfeito: 27-36, 545 jardas, 7 touchdowns.

Quer ver um pouco dessa loucura toda com seus próprios olhos? Eis os melhores momentos:

West Virginia atropela TCU e entra no Top 10 da AP

Tempos de felicidade em West Virginia.

Tempos de felicidade em West Virginia.

Quatro equipes disputaram até o fim o título da Big 12 em 2015: Oklahoma, Oklahoma State, Baylor e TCU. Elas foram apontadas como favoritas para 2016, mas exceto pelos Bears, desapontaram. West Virginia chegou até aqui como sendo uma das duas invictas da conferência, mas com muitas pessoas duvidando de sua real capacidade devido à tabela fácil enfrentada até o momento. Finalmente, veio um jogo contra um dos times considerados mais fortes. E os Mountaineers, com sangue nos olhos, provaram que são de verdade: 34 a 10, fora o baile.

Os sapos chifrudos não pareceram ter chances em nenhum momento. Foram necessários apenas seis minutos de partida para os donos da casa abrirem 14 a 0. A partir daí, foi só controlar o jogo, usar toda a segurança do quarterback Skyler Howard, que vem sendo um dos grandes nomes da conferência nesse ano, e manter a escalada rumo aos playoffs.

West Virginia dominou a partida em absolutamente todas as categorias estatísticas e poderia ter ganho até por um placar mais largo. Do lado de TCU, não sobra quase nada para lutar nessa temporada: eles não vão vencer a Big 12, não vão para os playoffs e não devem ter dificuldades para se classificar para um bowl de nível fraco. Hora de arrastar com a barriga e pensar onde foi que erraram.

Oklahoma State passa com tranquilidade pelo free game da Big 12

Para nove times da Big 12, uma vitória na temporada é questão de honra. Afinal, eles jogam contra Kansas, o pior programa de todo o Power Five (apesar de Rutgers estar tentando roubar esse título em 2016). Nesse sábado, foi a vez de Oklahoma State ganhar o “free game” e cumprir com seu papel, vencendo por 44 a 20.

Os Jayhawks até começaram querendo complicar, com um longo touchdown de 68 jardas de Montell Cozart para LaQuivonte Gonzales (cadê o troféu de nome mais divertido da FBS?), mas aos poucos as coisas foram se ajustando. Os Cowboys tomaram a liderança ainda no primeiro tempo e depois foram só se aproveitando dos erros dos donos da casa e ampliando cada vez mais.

O running back Justice Hill foi o grande destaque para Oklahoma State, com 162 jardas em apenas 22 carregadas, média de 7,4. Do lado de Kansas, incríveis 16 tackles e um sack para o safety Fish Smithson.

Texas tenta alcançar virada, mas Kansas State segura a vitória

A cartela do bingo da Big 12 só não foi inteiramente preenchida por causa da falta de uma virada nos últimos minutos. Texas bem que tentou, mas faltou tempo.

Jogando dentro de seus domínios, os Wildcats chegaram a abrir uma vantagem de 24 a 7 na metade do terceiro período. Foi só aí que o ataque dos Longhorns tentou acordar: Tyrone Swoopes marcou um touchdown terrestre e Shane Buechele achou Dorian Leonard para um aéreo. Só que parou por aí: 24 a 21 para os donos da casa.

Buechele fez um jogo sólido, completando 17 de 24 passes para 222 jardas e 2 touchdowns. Infelizmente, os Longhorns não conseguiram muita coisa pelo chão, ficando com 3,2 jardas por carregada, contra 4,8 dos Wildcats. O defensive end Jordan Williams foi o destaque defensivo da partida, conseguindo dois sacks sobre o quarterback de Texas.

Jogador da semana: Baker Mayfield, QB – Oklahoma

mayfield

Detalhe: Mayfield fez isso tudo contra seu ex-time.

Foi uma bomba atrás da outra. Mayfield arrebentou com a secundária de Texas Tech sem qualquer tipo de dificuldade, pena ou remorso. A estatística mais impressionante de sua noite é o de jardas por tentativa de passe: 15,1. Isso mesmo, ele lançou a bola 36 vezes e conseguiu 545 jardas. E a maioria delas foram realmente em lançamentos em profundidade, não screens e bolas underneath.

Jogada da semana

Falamos tanto sobre os ataques da Big 12 nesse texto que nada é mais justo que quebrar as expectativas e colocar uma jogada defensiva como a melhor da semana!

Vejam só que loucura essa interceptação de Jordan Sterns, de Oklahoma State, e seu retorno, com direito a dois passes laterais!

Resultados dos times da Big 12 na semana 8:

#12 West Virginia Mountaineers 34 x 10 TCU Horned Frogs
Texas Tech Red Raiders 59 x 66 #16 Oklahoma Sooners
Kansas Jayhawks 20 x 44 Oklahoma State Cowboys
Kansas State Wildcats 24 x 21 Texas Longhorns

Baylor e Iowa State folgaram na rodada.

Jogos dos times da Big 12 na semana 9

Todos os jogos acontecem no próximo sábado, 29/10:

14h: Iowa State Cyclones x Kansas State Wildcats
14h: Oklahoma State Cowboys x #10 West Virginia Mountaineers
17h30: TCU Horned Frogs x Texas Tech Red Raiders
17h30: Texas Longhorns x #8 Baylor Bears
21h: #16 Oklahoma Sooners x Kansas Jayhawks

Attachment

carlosmassari

Carlos Massari é graduado em Comunicação Social - Midialogia pela Unicamp e atualmente faz pós-graduação em Jornalismo Esportivo. É viciado em todos os tipos de esportes. Cinema, cervejas e viagens também o fazem feliz.