O melhor e o pior da semana 6: Big 12

O melhor e o pior da semana 6: Big 12

Numa semana em que os dois invictos da conferência (Baylor e West Virginia) descansaram e todos os confrontos foram internos, não havia muito como mais desastres abalarem o ano da Big 12. Assim, ficou só o lado da diversão.

Vou propor aqui a criação do bingo da Big 12. Nessa semana, teríamos preenchido a cartela toda. Teve tiroteio? Sim, teve! Teve virada nos últimos minutos? Claro! Teve quarterback passando pra mais de 400 jardas? Óbvio! Teve derrota de Kansas? Foi por pouco, mas sim. Teve Texas Tech cedendo mais de 40 pontos? Como sempre!

Se os caríssimos leitores tiverem ideias para mais categorias no bingo da Big 12, deixem aí nos comentários!

O melhor: Oklahoma se recupera e vence jogo emocionante contra Texas

Não foi nada fácil no começo. Baker Mayfield lançou duas interceptações, sendo que não teve culpa em nenhuma delas. Na primeira, o tight end dropou a bola no colo do adversário e, na segunda, uma das pass interferences mais claras de todos os tempos foi bizarramente negligenciada pela arbitragem.

Mas, aos poucos, os Sooners foram mostrando que são melhores. Mayfield se recuperou, fez infinitas conexões com Dede Westbrook e a defesa dos Longhorns não teve mais qualquer tipo de resposta. O ataque até tentou manter Texas no jogo, mas Shane Buechele ainda não está preparado para encarar grandes confrontos de forma semanal. No fim, vitória por 45 a 40 de Oklahoma, que segue mostrando que vai tentar abocanhar o título da conferência.

O pior: Kansas, sempre Kansas

Imagine que seu time lidera um jogo por 23 a 14 no começo do último período. Imagine que em todas as campanhas desse último período, ele chega bem no campo de ataque. Imagine que ele conseguiu até mesmo converter uma quarta para 22. Imagine que o quarterback do adversário lançou três interceptações. Imagine que ele foi melhor em jardas, tempo de posse e first downs.

Seu time venceu, certo?

Não se ele for Kansas.

Os Jayhawks tiveram uma oportunidade de ouro para encerrar a sequência traumática de não vencerem dentro da Big 12 desde novembro de 2014, mas o glorioso cidadão Matthew Wyman errou três field goals no quarto quarto, o último deles com cronômetro zerado, e impediu a festa nos arredores de Lawrence. Os sinais para TCU não são nada bons também, porque ter tanta dificuldade para vencer Kansas não é algo normal. E que péssimo dia de Kenny Hill.

O chute decisivo pode ser visto em 2:51 do vídeo abaixo:

Iowa State amarela pela segunda semana seguida

Na semana passada, os Cyclones venciam Baylor por 14 pontos de vantagem e cederam a virada. Dessa vez, foi pior: a liderança era de 17 pontos sobre Oklahoma State. E em semana de furacão, ciclones deveriam ganhar, certo?

Um fumble e uma interceptação nos últimos dezessete minutos de jogo foram responsáveis por facilitar a vida dos Cowboys, de Mason Rudolph e do grande wide receiver James Washington. Ainda assim, a pipocada falou alto: como uma equipe soma 438 jardas em três períodos de jogo e apenas 10 no último? E qual o sentido do rodízio de quarterbacks que continua acontecendo, sendo que Joel Lanning é claramente superior a Jacob Park?

Não é à toa que Iowa State faz companhia a Kansas como piores equipes da Big 12. Oklahoma State agradece e ainda sonha com o título da conferência.

Texas Tech perde para Kansas State de forma inexplicável

Lembram de todos aqueles dados que mostram a superioridade de Kansas na partida contra TCU?

Pois bem: Texas Tech teve 592 jardas totais de ataque, contra 335 de Kansas State. 33 first downs, contra 21. Também dominou o cronômetro. E também perdeu.

Dessa vez, nem é possível colocar tanto a culpa na defesa pela derrota dos Red Raiders por 44 a 38 para os Wildcats. Uma pick-six de Patrick Mahomes e um retorno de kickoff para touchdown foram decisivos em uma partida que essa tradicionalmente deplorável unidade defensiva até que jogou bem. Será que é possível que ela mantenha esse nível em um jogo sem falhas do ataque e dos special teams?

Jogador da semana: Dede Westbrook, WR, Oklahoma

Depois do começo ruim de Baker Mayfield, ele começou a acertar passe longo atrás de passe longo. E o alvo era sempre o mesmo: Dede Westbrook. O senior terminou o Red River Showdown com 10 recepções para 232 jardas e 3 touchdowns. Números absolutamente impressionantes para um recebedor que vinha de outra partida excepcional contra TCU.

Jogada da semana:

Gostamos de retorno de kickoff para touchdown? Gostamos. E com direito a comemoração bizarra? Mais ainda! Byron Pringle foi o nome do cidadão.

Resultados dos times da Big 12 na semana 6:

#20 Oklahoma Sooners 45 x 40 Texas Longhorns
Kansas Jayhawks 23 x 24 TCU Horned Frogs
Oklahoma State Cowboys 38 x 31 Iowa State Cyclones
Kansas State Wildcats 44 x 38 Texas Tech Red Raiders

Baylor e West Virginia folgaram na rodada.

Jogos dos times da Big 12 na semana 7:

Todos os jogos acontecem no sábado, 15/10:

13h: #19 Oklahoma Sooners x Kansas State Wildcats
13h: Texas Tech Red Raiders x #20 West Virginia Mountaineers
16h30: #11 Baylor Bears x Kansas Jayhawks
20h: Texas Longhorns x Iowa State Cyclones

Oklahoma State e TCU folgam na rodada.

Attachment

carlosmassari

Carlos Massari é graduado em Comunicação Social - Midialogia pela Unicamp e atualmente faz pós-graduação em Jornalismo Esportivo. É viciado em todos os tipos de esportes. Cinema, cervejas e viagens também o fazem feliz.