O melhor e o pior da semana 5: Big 12

O melhor e o pior da semana 5: Big 12

Nós sabemos que a Big 12 não é a conferência mais forte do College Football – provavelmente, ela nem colocará ninguém nos playoffs nessa temporada – mas é válido o argumento de que é a mais divertida. Seus ataques potentes e suas defesas esburacadas sempre proporcionam tiroteios lotados de touchdowns, tricky plays, momentos espetaculares, viradas e finais emocionantes.

A primeira semana de disputa estritamente intra-conferência foi exatamente assim. Três dos cinco jogos foram decididos por menos de uma posse de bola de diferença, dois tiveram virada nos últimos suspiros do cronômetro e em três foram anotados mais de oitenta pontos. E é só o começo. Imaginem quanta coisa legal está por vir?

A boa notícia, em questão de playoffs, é que as duas universidades que chegaram invictas na rodada se mantiveram assim. Por muito pouco, é verdade.

O melhor: Baylor e West Virginia seguem sem derrotas em 2016

aptopix-baylor-iowa-st-football

Alguém acreditava que Baylor teria problemas contra Iowa State? Não, né? Mas teve. E muitos.

O quarterback dos Cyclones, Joel Lanning, fez provavelmente o jogo de sua carreira. Completou 17 de 23 passes para 261 jardas e 2 touchdowns, além de 57 jardas e outro touchdown pelo chão. Com isso, a equipe que teve um péssimo começo de temporada e já perdeu até para um rival da FCS aparentou até os últimos segundos que poderia sair com um triunfo.

No intervalo, o placar mostrava 28 a 21 para Iowa State. No final do terceiro quarto, a liderança havia sido ampliada: 42 a 28. Uma grande zebra parecia prestes a acontecer. Só que os Bears decidiram que era necessário entrar em campo.

Eles começaram com uma campanha avassaladora: 8 jogadas e 86 jardas em apenas 2:03, culminada com a entrada de Seth Russell na endzone correndo com a bola. Forçaram um three and out dos Cyclones e, após o punt, marcharam novamente – agora 84 jardas em 3:40. Terence Williams foi quem anotou dessa vez.

Atordoados, os Cyclones mais uma vez viram seu ataque sair de campo após um three and out. E os Bears gastaram todo o relógio até chutarem um field goal com o cronômetro zerado, garantindo a vitória por 45 a 42.

Mais tarde, foi a vez de West Virginia sofrer. Foi uma partida de pouquíssimos pontos para os padrões da Big 12 e as defesas fizeram um excelente trabalho. A vantagem de Kansas State ao final do terceiro período era de 16 a 3. Nada dava certo para os Mountaineers.

Só que a invencibilidade em risco faz a adrenalina subir muito, e o time foi para o quarto decisivo com sangue nos olhos. Um touchdown terrestre de Justin Crawford e um aéreo em passe de Skyler Howard para Jovon Durante resolveram a parada e colocaram os Mountaineers no top 25 da AP.

O pior: Kansas segue sem chances de competir

A única lavada nessa rodada inicial intra-conferência foi sofrida por… Kansas, é claro. Os Jayhawks foram atropelados por Texas Tech: 55 a 19.

Desde o início da temporada de 2015, em apenas duas ocasiões os Red Raiders cederam menos de 20 pontos para seus adversários. Duas delas foram contra Kansas e a outra contra Stephen F. Austin, da FCS.

O quarterback Ryan Willis até fez um bom jogo, mas as tentativas pelo chão foram desastrosas: média de 1,9 jarda por carregada. Do outro lado, Patrick Mahomes fez a festa, e depois seu reserva, Nic Shimonek, que entrou com a partida já decidida, foi ainda mais impressionante. Essa spread offense parece que transforma qualquer um em um signal caller capaz, realmente.

Sooners jogam pela honra e vencem primeiro compromisso na conferência

Oklahoma foi aos playoffs em 2015 e, por isso, qualquer coisa menor seria considerada um fracasso. Só que as derrotas para Houston e Ohio State já encerraram as esperanças de repetir esse feito. Sobrou só jogar pela honra e pelo título da Big 12.

Em sua estreia dentro da conferência, os Sooners tiveram mais um compromisso complicadíssimo: TCU, fora de casa. E o que se viu foi um jogo esquizofrênico.

No primeiro quarto, 21 a 7 para os Horned Frogs. No segundo, 28 a 3 para os Sooners, que também fizeram 14 a 0 no terceiro. Só que a vitória foi ameaçada por uma tentativa de comeback dos donos da casa, que fizeram 22 a 3 no último período. Fazendo as contas dessa loucura toda, dá 52 a 46 para Oklahoma.

A dupla de running backs dos Sooners funcionou muito bem: juntos, Joe Mixon e Samaje Perine conseguiram mais de 200 jardas e 3 touchdowns. Sem qualquer resposta para eles, TCU permitiu que Baker Mayfield se recuperasse das exibições ruins no começo da temporada e se exibisse de maneira bastante sólida. A grande diferença no duelo foi que só um time foi capaz de correr com a bola, e como esse parágrafo explicita, foi Oklahoma.

O conto de fadas de Texas realmente acabou

Adeus, esperanças de que os Longhorns já voltariam à sua melhor forma em 2016. O upset contra Notre Dame ficou pelo caminho e a segunda derrota consecutiva acabou de acontecer. Oklahoma State dominou a partida toda e venceu até com uma relativa tranquilidade: 49 a 31.

Com essa derrota, os Cowboys mostram que ainda podem sonhar com o título da conferência mesmo já tendo o “1” aparecendo na coluna das derrotas, e também deixam claro para os Longhorns que ainda é tempo de reconstrução. O time é muito jovem e não está pronto para brigar com os cachorros grandes. Talvez em 2017.

Jogador da semana: Shock Linwood, RB, Baylor.

linwood

Foram várias as performances individuais excepcionais de atletas da Big 12 nessa semana, mas nada que se compare ao surrealismo da exibição de Linwood: 25 carregadas, 237 jardas, touchdown. Uma média 9,5 jardas por carregada é praticamente impossível de ser alcançada por alguém que teve seu número chamado tantas vezes. Foi um dia inesquecível para o senior dos Bears.

Jogada da semana:

Que tal um retorno de chute bloqueado com conversão defensiva de dois pontos? E que tal se isso tudo acontecer com direito a um lateral no percurso? Foi isso que Oklahoma State fez:

Tre Flowers foi quem entrou na endzone. Detalhe? Foram quatro chutes bloqueados nessa partida.

Resultados das equipes da Big 12 na semana 5:

Texas Tech Red Raiders 55 x 19 Kansas Jayhawks

Iowa State Cyclones 42 x 45 #13 Baylor Bears

#21 TCU Horned Frogs 46 x 52 Oklahoma Sooners

Oklahoma State Cowboys 49 x 31 #22 Texas Longhorns

West Virginia Mountaineers 17 x 16 Kansas State Wildcats

Jogos das equipes da Big 12 na semana 6:

Todos os jogos acontecem no sábado (8/10)

Kansas Jayhawks x TCU Horned Frogs

#20 Oklahoma Sooners x Texas Longhorns

Oklahoma State Cowboys x Iowa State Cyclones

Kansas State Wildcats x Texas Tech Red Raiders

#13 Baylor e #22 West Virginia estão de folga na rodada.

Attachment

carlosmassari

Carlos Massari é graduado em Comunicação Social - Midialogia pela Unicamp e atualmente faz pós-graduação em Jornalismo Esportivo. É viciado em todos os tipos de esportes. Cinema, cervejas e viagens também o fazem feliz.