[PREVIEW] Dia 1 da Bowl Season

[PREVIEW] Dia 1 da Bowl Season

O primeiro sábado de Bowl Season praticamente remete a uma semana de temporada regular de College Football. Entre Bowl Games e partidas de divisões inferiores, são nove partidas no total. Uma delas terá transmissão da ESPN+ e outros dois jogos valem título nacional. Além disso, o recorde em jardas terrestres da história da NCAA pode ser quebrado hoje.

Todas as partidas abaixo estão no horário de Brasília.

Air Force Reserve Celebration Bowl
North Carolina Central Eagles (9-2) vs. Grambling State Tigers (11-1)

Por Felipe Michalski

Horário: 15 horas
Local: Georgia Dome, Atlanta, Georgia
Cotação: Não há cotação para esta partida.
Transmissão: Watch ESPN

Em um jogo de celebração entre os campeões de conferências historicamente negras do College Football, o confronto da vez é bastante desequilibrado. Grambling State chega com o crédito de ser a atual campeã da SWAC e de ter perdido apenas para Arizona (FBS). North Carolina Central também perdeu apenas para equipes da primeira divisão (Duke e Western Michigan), mas chega com possibilidade menor de vitória por conta das suas unidades. Grambling State apresenta mais qualidade tanto ofensivamente quanto defensivamente e provavelmente deve levar a vitória.

Palpites

North Carolina Central: 
Grambling State: Pedro Ivo, Carlos, Henrique, Guilherme, Felipe

Gildan New Mexico Bowl
New Mexico Lobos (8-4) vs. UTSA Roadrunners (6-6)

Por Pedro Ivo Fonseca

Horário: 17:00
Local:  University Stadium em Albuquerque, New Mexico
Cotação: New Mexico é favorita por 7 pontos
Transmissão: Watch ESPN

Lobos e Roadrunners iniciam a Bowl Season da FBS com um jogo interessante em New Mexico. Depois de iniciar com 2-3 na temporada, os Lobos tiveram 6 vitórias nos últimos 7 jogos e encaminharam a sua ida para disputar esse jogo contra UTSA, que teve altos e baixos durante o ano, porém terminou com uma forte vitória frente a Charlotte por 33-14.

Para New Mexico, a chave do jogo é como sempre estabelecer seu jogo corrido. A triple option utilizada pela equipe tem tido muito sucesso e esse jogo deve ser mais um no radar da equipe para que ele seja muito utilizado e a chave para a vitória.

Para UTSA, eles precisam manter esse jogo próximo, com o QB Dalton Sturm sendo crucial para tentar se valer dos erros que a frágil defesa adversária cometerá.

Palpites

New Mexico: Pedro Ivo, Carlos, Henrique, Guilherme, Felipe
UTSA: 

Las Vegas Bowl Presented by Geico
Houston Cougars (9-3) vs. San Diego State Aztecs (10-3)

Por Felipe Michalski

Horário: 18h30
Local: Sam Boyd Stadium, Las Vegas, Nevada
Cotação: Houston é favorita por 4 pontos
Transmissão: ESPN+

Dois dos melhores programas do Group of Five em 2016 se reúnem para um grande confronto. Sem Tom Herman, que assumiu o comando de Texas, Houston terá o coordenador ofensivo Major Applewhite como substituto já definitivo. Ambos os times devem se apoiar bastante no jogo terrestre, principalmente San Diego State: o time conta com Donnel Pumphrey a apenas 108 jardas de passar o ex-Wisconsin Ron Dayne como o atleta com mais jardas terrestres da história da NCAA. Além disso, em jardas lançadas, os Aztecs só superam na Mountain West Air Force e New Mexico, equipes que jogam em triple option e são essencialmente terrestres. Já Houston conta com várias armas para se impor: com um jogo terrestre forte, com o quarterback Greg Ward Jr. em boa fase – tanto lançando quanto correndo – e com uma linha defensiva poderosa – o defensive tackle Ed Oliver foi eleito para o primeiro time de All-Americans da Associated Press – é bem provável que os Cougars consigam sair da partida com uma vitória.

Palpites

Houston: Pedro Ivo, Carlos, Henrique, Felipe
San Diego State: Guilherme

Final da Division II
Northwest Missouri State Bearcats (14-0) vs. North Alabama Lions (11-1)

Por Felipe Michalski

Horário: 19 horas
Local: Children’s Mercy Park, Kansas City, Kansas
Cotação: Não há cotação para esta partida.
Transmissão: Watch ESPN

De um lado, a atual campeã nacional. Do outro, uma potência da Division II. A final desta divisão provavelmente reúne os dois melhores times da Division II em 2016. Dominante, Northwest Missouri State passeou por praticamente todos os adversários que enfrentou – Ferris State foi notória exceção no último sábado. North Alabama fez também uma temporada com poucos percalços. Sua única derrota veio contra Jacksonville State, da FCS, na Semana 1. Os Lions vêm de uma grande vitória fora de casa sobre a atual vice-campeã Shepherd por 23-13 e dão um indicativo: este será um jogo equilibrado, ainda que os Bearcats sejam favoritos.

Palpites

Northwest Missouri State: Pedro Ivo, Carlos, Henrique, Guilherme, Felipe
North Alabama: 

Raycom Media Camellia Bowl
Appalachian State Mountaineers (9-3) vs. Toledo Rockets (9-3)

Por Carlos Massari

Horário: 20h 30
Local: Cramton Bowl, Montgomery, Alabama
Cotação: Não há favorito para a partida.
Transmissão: Watch ESPN

Toledo e Appalachian State fizeram ótimas campanhas em suas conferências e agora se enfrentam no que promete ser um dos bowls mais divertidos entre escolas menores da temporada. Além da qualidade das equipes, também poderá ser visto um duelo de estilos bem diferentes.

Os Rockets são daquele modelo universitário de ataque muito voltado ao passe, que costuma consagrar os quarterbacks que o operam. Logan Woodside é o nome da vez: segundo colocado em rating em toda a FBS, atrás só do finalista do Heisman Baker Mayfield. É um time que tem sérias dificuldades defensivas, sobretudo por terra, e que cedeu mais de 50 pontos para os dois melhores adversários que enfrentou (Western Michigan e BYU).

Appalachian State, por sua vez, pensa em correr mais com a bola e jogar com muita qualidade no lado defensivo. Foi assim que chegou muito perto de um upset contra Tennessee logo na semana 1. Três atletas marcaram pelo menos oito touchdowns terrestres cada um na temporada, e a média de 5,6 jardas por carregada deve dar dor de cabeça à pobre defesa de Toledo. Por outro lado, os Mountaineers possuem a sexta melhor stop unit contra o passe de todo o país, o que deve gerar um embate interessantíssimo contra Woodside.

A MAC é mais forte que a Sun Belt e Toledo não teve dificuldades contra Arkansas State, que dividiu com Appalachian State o título da segunda. Ainda assim, pelos matchups, esse deve ser um jogo muito equilibrado e decidido nos mínimos detalhes.

Palpites

Appalachian State: Pedro Ivo,
Toledo: Carlos, Henrique, Guilherme, Felipe

AutoNation Cure Bowl
UCF Knights (6-6) vs. Arkansas State Red Wolves (7-5)

Por Henrique Ferreira

Horário: 20h 30
Local: Camping World Stadium, Orlando, Florida
Cotação: UCF é favorita por 5,5 pontos
Transmissão: Link

Depois de uma campanha de 0-12 na temporada passada, os Knights voltam à Bowl Season em uma partida que promete ser interessante contra Arkansas State. Os Red Wolves, que dividiram o título da Sun Belt com Appalachian State, vêm motivados para o confronto. Depois de um começo de temporada 0-4 (incluindo uma derrota para Central Arkansas, da FCS), a equipe venceu 7 dos últimos 8 jogos – todos dentro da Sun Belt – e terminou com o recorde de 7-5 e convite para jogar o Cure Bowl.

A equipe de UCF ainda busca consistência em seu ataque. O quarterback freshman McKenzie Milton não fez uma grande temporada e terminou com apenas 1808 jardas, 9 touchdowns e 7 interceptações. O ataque terrestre também não é dos melhores e é apenas o número 96 da FBS. O grande destaque dos Knights neste ano tem sido sua defesa, que cedeu apenas uma média de 24,1 pontos por jogo. Ela ainda conta com o linebacker Shaquem Griffin, que teve 11 sacks na temporada e ganhou o prêmio de melhor jogador defensivo da AAC.

Com uma campanha praticamente impecável dentro da Sun Belt, os Red Wolves buscam sua primeira vitória contra um time fora dela na temporada. Para isso, eles contam com uma boa atuação do quarterback Justice Hansen, que tem números decentes desde que assumiu a titularidade na semana 3 (2514 jardas e 16 TDs). A defesa de Arkansas State tem feito um ótimo trabalho, cedendo apenas uma média de 22,2 pontos por jogo ao seu adversário.

A promessa é de uma partida equilibrada. Os Knights precisam manter seu ataque em campo e fazer funcionar seu jogo corrido para não sobrecarregar seu quarterback. Já os Red Wolves buscam pontuar com seu ataque aéreo e manter UCF longe de oportunidades de marcar pontos.

Palpites

UCF: Pedro Ivo, Carlos, Henrique, Guilherme, Felipe
Arkansas State: 

Final da NAIA
Baker (KS) Wildcats (14-0) vs. St. Francis (IN) Cougars (12-1) (Watch ESPN)

Por Felipe Michalski

Horário: 21 horas
Local: Daytona Beach Municipal Stadium, Daytona Beach, Florida
Cotação: Não há cotação para esta partida.
Transmissão: Watch ESPN

Na final da maior instituição universitária concorrente à NCAA, um confronto inédito: Baker vai para a sua segunda decisão na história, enquanto que St. Francis busca seu primeiro título na sua quarta decisão (o programa foi vice em 2004, 2005 e 2006). Ambos têm em comum o fato de lutarem pelo primeiro título da NAIA das suas histórias. Baker (KS) chega invicta e conta com um ataque poderoso: até a final, o time anotou 49,9 pontos por jogo, 5169 jardas lançadas, 698 jardas totais por partida, 369,2 jardas de passe por jogo e uma média de 26,3 first downs por jogo. O quarterback Logan Brettell foi eleito jogador ofensivo do ano na divisão sul da Heart of America Athletic Conference e deve ser um dos principais atletas da partida, além do wide receiver Clarence Clark, que entrou para a seleção da NAIA após receber 69 passes para 1040 jardas e 8 touchdowns. Do outro lado, St. Francis (IN) conta com uma defesa poderosa, que está no Top 10 contendo corridas (106,3 jardas cedidas por jogo) e cedendo pontos por jogo (18,5). A partida promete ser equilibrada, com o jogo sendo decidido em detalhes.

Palpites

Baker (KS): Carlos, Henrique, Guilherme
St. Francis (IN): Pedro Ivo, Felipe

Semifinal da FCS
Eastern Washington Eagles (12-1) vs. Youngstown State Penguins (11-3)

Por Felipe Michalski

Horário: 21h30
Local: Roos Field, Cheney, Washington
Cotação: Não há cotação para esta partida.
Transmissão: Watch ESPN

Na segunda semifinal da FCS, Eastern Washington quer impedir que com ela ocorra o mesmo que houve com North Dakota State na sexta-feira, quando foi superada em casa por James Madison. Porém, seu adversário é, em tese, bem menos qualificado: Youngstown State garantiu vaga nas semifinais após uma vitória sofrida sobre Wofford na prorrogação e é o único time não ranqueado a chegar nas semis, mas todo cuidado é pouco: os Penguins, que são comandados pelo ex-treinador de Nebraska Bo Pellini, já superaram #3 Jacksonville State fora de casa nas oitavas de final e podem muito bem surpreender. Se os Eagles possuem como característica um ataque poderoso, os Penguins contam com uma boa defesa para conseguir mais um upset. Contudo, desta vez a história deve ser diferente e Eastern Washington deve confirmar sua vaga na final.

Palpites

Eastern Washington: Pedro Ivo, Carlos, Henrique, Guilherme, Felipe
Youngstown State: 

R+L Carriers New Orleans Bowl
Southern Mississippi Golden Eagles (6-6) vs. Louisiana-Lafayette Ragin’ Cajuns (6-6)

Por Guilherme Dalla Vecchia

Horário: 0h
Local: Mercedes-Benz Superdome, New Orleans, Louisiana.
Cotação: Southern Miss é favorita por 6 pontos.
Transmissão: Watch ESPN

O New Orleans Bowl desta temporada nos traz uma partida entre velhos conhecidos – Southern Miss e Louisiana-Lafayette – que voltam a se enfrentar pela primeira vez desde 2008, ano em que os Golden Eagles destruíram o adversário pelo placar de 51-21. No total, as equipes já se enfrentaram em 50 oportunidades, com uma vantagem grande do time do estado de Mississippi de 38 vitórias contra apenas 11 do adversário e um empate.

Os Golden Eagles entram na partida com um leve favoritismo, muito por conta da volta do quarterback titular Nick Mullens, que sofreu uma lesão no dedo logo no início da temporada – fator determinante para a campanha irregular do time que tinha a expectativa de lutar pelo título da C-USA. Para o jogo de hoje, além de Mullens, o quarterback reserva Keon Howard também deve ser utilizado no que será um ataque predominantemente aéreo. Já no jogo terrestre, o running back Ito Smith encontrará muitas dificuldades contra uma defesa que só permitiu 3,4 jardas por carregada aos seus adversários ao longo da temporada.

Pelo lado de Louisiana-Lafayette, a realidade é outra: o time possui um dos piores ataques aéreos do país (184,4 jardas por jogo), com o quarterback Anthony Jennings lançando mais interceptações do que touchdowns na temporada (são 12 picks contra apenas 11 TDs). Em contrapartida, se o jogo aéreo não vai muito bem, o ataque terrestre tem sido a principal peça da engrenagem ofensiva dos Ragin’ Cajuns. O running back Elijah McGuire possui mais de 1 mil jardas na temporada e já marcou 7 touchdowns no ano.

Palpites

Southern Miss: Pedro Ivo, Carlos, Henrique, Guilherme, Felipe
Louisiana-Lafayette: 

Foto: Jake Roth/USA Today Sports

Attachment