Preview: Dia 10 da Bowl Season

Preview: Dia 10 da Bowl Season

O dia 10 da Bowl Season marca a entrada de vez das equipes ranqueadas na pós-temporada. O único time ranqueado que havia jogado até aqui tinha sido Boise State no dia 1. Dos quatro jogos, três envolvem equipes ranqueadas que bateram na trave na corrida por suas respectivas conferências.

Destes, três terão transmissão da ESPN – o quarto não é de direito da emissora. Os horários dispostos abaixo são de Brasília.

Military Bowl Presented by Northrop Grumman
Navy Midshipmen (6-6) vs. Virginia Cavaliers (6-6)

Por Carlos Massari

Horário: 16h30
Local: Navy-Marine Corps Memorial Stadium, Annapolis, Maryland
Cotação: Navy é favorita por 2 pontos
Transmissão: ESPN
Histórico: Navy lidera a série por 28-11

Apesar de participarem da Bowl Season, as duas equipes chegam a esse final de ano em crise: Navy perdeu os últimos três jogos e Virginia, após um começo surpreendente, perdeu cinco dos últimos seis. Os Midshipmen tem a possibilidade de jogar uma partida de pós-temporada dentro de seu estádio, o que deve ajudar bastante no duelo.

O ataque de Navy é aquilo que nós já conhecemos: corrida, corrida, corrida. A triple option ainda funciona para as escolas militares e segue empregada a todo vapor. A média de 343 jardas terrestres por jogo é dividida entre vários atletas. Zach Abey e Malcolm Perry foram os dois que passaram das mil jardas em 2017. O safety de Virginia Quin Blanding e o middle linebacker Micah Kiser, ambos nomeados como All-ACC, serão os principais responsáveis por tentar conter esse ímpeto.

Virginia chega à Bowl Season pela primeira vez desde 2011 e busca a primeira vitória desde 2005. Essa temporada diferente de todas as tragédias recentes se deve muito ao quarterback Kurt Benkert, que lançou para 3062 jardas, 25 touchdowns e oito interceptações. Apesar de ter sofrido contra defesas mais fortes (como atesta a derrota por 10 a 0 para Virginia Tech), deve ter sucesso contra os Midshipmen, que aparecem apenas na 61ª posição contra o passe na FBS.

O duelo deve ser equilibrado, mas provavelmente o fator casa favorecerá a Navy e levará a escola militar ao triunfo.

Camping World Bowl
#19 Oklahoma State Cowboys (9-3) vs. #22 Virginia Tech Hokies (9-3)

Por Márcio Nunes

Horário: 20h15
Local: 
Camping World Stadium, Orlando, Flórida
Cotação: Oklahoma State é favorita por 5,5 pontos
Transmissão: ESPN+
Histórico: Série empatada: 1-1

Sem dúvidas, o destaque de Oklahoma State para esta partida é o ataque. O setor ofensivo dos Cowboys é o terceiro na FBS em pontos marcados por partida, com média de 46,3. E o quarterback Mason Rudolph não decepciona até aqui, pois foram 4.553 jardas, 35 touchdowns e nove interceptações nesta temporada. Os recebedores James Washington e Marcell Ateman combinaram para quase 2.500 jardas de recepção em 2017 e no jogo terrestre, o running back Justice Hill é um bom complemento com 1.347 jardas e 14 touchdowns.

Para enfrentar este ataque dos Cowboys, a defesa dos Hokies está preparada. O setor comandado pelo coordenador defensivo Bud Foster permitiu apenas 305,3 jardas por jogo e venceu três partidas em que o adversário não marcou nenhum ponto. Já o ataque de Virginia Tech é liderado pelo quarterback Josh Jackson, que tem 2.743 jardas de passe e 19 TDs na temporada, porém oscilou bastante em novembro. Os Hokies estarão sem o wide receiver Cam Philips, lider da equipe nesta posição com 964 jardas e 7 TDs. O jogador passou por cirurgia recentemente por causa de uma hérnia.

O último encontro entre as duas equipes foi em 1972, com vitória de 34 a 32 dos Hokies. Esta partida também marca a sequência recordista de Virginia Tech, que vai para o seu 25º bowl consecutivo, a sequência mais longa atualmente reconhecida pela NCAA.

Valero Alamo Bowl
#13 Stanford Cardinal (9-4) vs. #15 TCU Horned Frogs (10-3)

Por Sérgio Magalhães Jr.

Horário: Meia-noite
Local: Alamodome Stadium, San Antonio, Texas
Cotação: TCU é favorita por 3 pontos
Transmissão: ESPN+
Histórico: TCU lidera a série por 2-0

TCU vem para esse bowl com um gosto um pouco amargo na boca, já que brigou até a última semana com chances nos playoffs. Tanto os Horned Frogs quanto Stanford caíram em suas finais de conferência. TCU, aliás, conhece muito bem o Bowl: será a segunda aparição seguida da equipe na partida nos últimos 3 anos. A última vez foi em 2015, na infame virada sobre Oregon depois de estar perdendo por 31-0.

Se a posição de quarterback gera inconstância em ambos os lados, por outro a pressão sobre os QBs adversários é algo que merece ser elogiado. Enquanto Stanford conseguiu 32 sacks esse ano, TCU conquistou nada menos do que 41. Outro duelo interessante vai ser o jogo corrido. Ainda não há certeza sobre se Bryce Love jogará, mas caso entre em campo, enfrentará a quarta melhor defesa do país em jardas terrestres cedidas por jogo, com apenas 99.

Vale lembrar que, enquanto TCU de baseia no Texas e viajou apenas alguns quilômetros para o interior, o Cardinal centenas de quilômetros vindos da costa oeste para jogar esta partida.

San Diego County Credit Union Holiday Bowl
#16 Michigan State Spartans (9-3) vs. #18 Washington State Cougars (9-3)

Por Sérgio Magalhães Jr.

Horário: Meia-noite
Local: San Diego County Credit Union Stadium, San Diego, California
Cotação: Michigan State é favorita por 2 pontos
Histórico: Michigan State lidera a série por 5-2

Se em alguns bowls as equipes costumam não sair de seus estados ou as vezes até mesmo jogam em seus próprios estádios, nesta partida os Spartans irão cruzar o país para disputar seu jogo. Se os Cougars não farão a mesma odisseia, ao menos podemos dizer que também jogarão longe da torcida.

Será um confronto interessante entre uma equipe com ataque aéreo produtivo e oito partidas com mais de 30 pontos marcados – Washington State -, contra a nona melhor equipe em jardas cedidas por partida e que já limitou sete adversários a menos de 14 pontos – Michigan State

Luke Falk, quarterback de Washington State, bateu o recorde da Pac-12 e se tornou o jogador com mais jardas aéreas na história da conferência. Michigan State terá que pará-lo se quiser triunfar em San Diego.

Attachment

felipem

Estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Maria e criador do College Football Brasil. Imparcialidade não existe, College Football é melhor que NFL e apaixonado por esportes. Torcedor da Universidade de Tennessee.