Preview: Dia 11 da Bowl Season

Preview: Dia 11 da Bowl Season

O antepenúltimo dia de 2017 nos reserva cinco Bowls e belas surpresas. Teremos o fim da maior sequência sem Bowls de uma equipe na história e o primeiro New Year’s Six Bowl entre as campeãs da Big Ten e da Pac-12.

Os horários dos jogos dispostos abaixo são de Brasília.

Belk Bowl
Texas A&M Aggies (7-5) vs. Wake Forest Demon Deacons (7-5)

Por Henrique Ferreira

Horário: 16 horas
Local: Bank of America Stadium, Charlotte, North Carolina
Cotação: Wake Forest é favorita por 3 pontos
Transmissão: ESPN
Histórico: Primeiro confronto

Uma equipe com uma campanha abaixo do esperado – e que mudou de treinador para a próxima temporada – contra uma que superou as expectativas no ano e conquistou a vaga na Bowl Season apenas pela segunda vez em 7 anos. Este será o Belk Bowl, que indica um confronto interessante.

Wake Forest conta com um quarterback que vive ótima fase, John Wolford. O senior QB dos Demon Deacons fez uma sólida temporada, lançando para 25 touchdowns e correndo para outros 10. O grande destaque ofensivo dos Demon Deacons na temporada vai para o último jogo de sua carreira universitária tentando coroar sua participação com uma vitória. Mas ele não terá vida fácil: os Aggies possuem um invejável pass rush que acumula 40 sacks e 86 tackles para perda de jardas no ano. Pressionar o QB de Wake Forest é uma obrigação se Texas A&M quiser sair vencedora. Já no ataque, os Aggies se destacam mais pelo jogo corrido do que pelo aéreo e trarão bastante dificuldade para a defesa dos Demon Deacons.

Apesar de contar com um elenco mais talentoso, os Aggies ainda estão sem um técnico principal para esse jogo, o que dificulta o planejamento e treinamento da equipe. Wake Forest, por sua vez, tem um time organizado e, acima de tudo, motivado para vencer a partida. Por esses fatores, os Demon Deacons são levemente favoritos.

Ah, e sigam o melhor Twitter de Bowls do College Football: o @BelkBowl

Hyundai Sun Bowl
#24 NC State Wolfpack (8-4) vs. Arizona State Sun Devils (7-5)

Por Henrique Ferreira

Horário: 18 horas
Local: Sun Bowl Stadium, El Paso, Texas
Cotação: NC State é favorita por 7 pontos
Histórico: Série empatada: 1-1

Seria o Sun Bowl um jogo de equipes decepcionadas na temporada? Talvez. NC State e Arizona State estiveram, em alguns momentos, próximas de conseguirem vencer suas divisões. No final das contas, o ano termina de forma melancólica. O Wolfpack perdeu três dos últimos quatro jogos e viu suas chances de vencer a ACC terminarem. Já Arizona State chegou a demitir seu head coach, Todd Graham, porém ele ainda vai treinar a equipe na disputa pelo bowl.

O Wolpack foi uma equipe que mostrou ter grandes talentos em seu elenco, com jogadores que mudam uma partida e que tem o poder de decisão. Entretanto, isso não foi o suficiente quando o time foi desafiado por programas mais fortes – derrotas para Clemson e Notre Dame. No Sun Bowl, NC State tem a seu favor o matchup do seu quarterback Ryan Finley, que tem ótimos números na temporada – 3196 jardas, 16 TDs e 6 INTs – contra a defesa de Arizona State, que cede uma média de 447,3 jardas por jogo.

Do outro lado, também temos um ataque explosivo. Os Sun Devils se destacaram por sua média de 31,9 pontos por jogo, anotados principalmente pelo chão com os running backs Demario Richard e Kalen Ballage, que juntos acumulam 18 TDs na temporada. Porém a linha ofensiva terá que fazer um bom trabalho e abrir espaços para as corridas. NC State conta com um ótimo pass rush e sabe que precisa pressionar o backfield adversário para sair com a vitória. 

Franklin American Mortgage Music City Bowl
Kentucky Wildcats (7-5) vs. #21 Northwestern Wildcats (9-3)

Por Thaís Chuva

Horário: 18h30
Local: Nissan Stadium, Nashville, Tennessee
Cotação: Northwestern é favorita por 6,5 pontos
Transmissão: ESPN+
Histórico: Northwestern lidera a série 1-0

Num confronto entre gatos selvagens, teremos os Wildcats azuis, que estão no segundo bowl consecutivo, e os Wildcats roxos, que vêm com uma sequência de sete vitórias consecutivas na temporada. Northwestern chega como favorita depois de terminar na segunda colocação da divisão oeste da Big Ten. Seu quarterback, Clayton Thorson, acertou 60% dos passes, porém é inconsistente e gosta de lançar interceptações, somando 12 interceptações contra 15 touchdowns nesta temporada. Apesar disso, seu ataque conta com o running back Justin Jackson, que correu para 1,154 jardas e 9 touchdowns neste ano. A defesa é a melhor unidade desta equipe, principalmente seu front seven, que permite apenas 111 jardas por jogo. A secundária não é excelente, mas contra Kentucky não deve ter maiores problemas.

O ataque de Kentucky não irá contar com o seu quarterback, Stephen Johnson, para o ataque aéreo. Ele lançou para apenas 10 touchdowns na temporada contra quatro interceptações. O peso do ataque deve ficar com o running back Benny Snell, que na temporada foi espetacular com mais de 1,300 jardas e 18 touchdowns. A defesa tem tido sucesso contra a corrida, mas contra o passe tem sido um desastre, permitindo 263 jardas aéreas por jogo – falha que Thorson deve aproveitar. Northwestern deve pressionar Johnson ao erro com sua ótima linha defensiva, forçando interceptações e capitalizando nas falhas da secundária de Kentucky. O time de Illinois deve levar a melhor neste confronto sem muito esforço.

Nova Home Loans Arizona Bowl
New Mexico State Aggies (6-6) vs. Utah State Aggies (6-6)

Por Henrique Ferreira

Horário: 20h30
Local: Arizona Stadium, Tucson, Arizona
Cotação: Utah State é favoritA por 4 pontos
Histórico: Utah State lidera a série por 30-7

Tudo parece interessante e curioso nesse bowl. Além de ser um duelo entre os xarás “Aggies”, as duas equipes são antigas rivais de conferência na Big West, Sun Belt e Western Athletic. E foi em 1960 que as equipes se enfrentaram no Sun Bowl, a última aparição em bowls do programa do Novo México. 57 anos depois, a equipe finalmente volta à pós-temporada, dando fim à maior sequência da história de uma equipe fora da Bowl Season. Utah State, por sua vez, participa do seu 12° Bowl Game.

As duas equipes brigaram muito para chegar aqui e não vão querer perder a oportunidade de vencer um jogo de pós-temporada. A arma para New Mexico State ganhar será o seu bombardeio aéreo ofensivo liderado pelo quarterback Tyler Rodgers. Rodgers tem nada mais nada menos que 3825 jardas e 26 TDs no ano, números que colocam sua equipe como a quarta melhor do país em jardas aéreas. Mas não vai ser nada fácil. A defesa de Utah State tem talento suficiente em sua secundária para enfrentar o ataque adversário – que já sofreu 20 interceptações em 2017 – e ainda pode forçar turnovers como ninguém. Na temporada, já foram 15 fumbles recuperados pelos Aggies de Utah State.

Com tanto tempo fora da Bowl Season, New Mexico State chega com uma motivação a mais para a partida. Esta motivação, aliada ao seu forte ataque aéreo fazem com que a, em princípio underdog, New Mexico State, possa sair vitoriosa no Arizona Bowl.

Goodyear Cotton Bowl Classic
#5 Ohio State Buckeyes (11-2) vs. #8 USC Trojans (11-2)

Por Thaís Chuva

Horário: 23h30
Local: AT&T Stadium, Arlington, Texas
Cotação: Ohio State é favorita por 7,5 pontos
Transmissão: Watch ESPN
Histórico: USC lidera a série por 13-9-1

Se houvesse um jogo extra de playoff, este seria ele. Ohio State perdeu a quarta vaga para Alabama e USC por algum motivo nem cotada esteve. Agora, ambas se enfrentam no que promete ser um dos melhores jogos da pós-temporada. Com certeza este será um grande jogo não só pela temporada e talento das equipes este ano, como também por serem equipes tradicionais de uma antiga rivalidade que não se encontram desde 1985, e também será a primeira vez que elas se enfrentam fora do Rose Bowl.

A campeã da Big Ten chega com um time muito equilibrado, com um dos ataques mais agressivos da competição. Em seu último jogo pela equipe escarlate, JT Barrett deve provar que pode sim vencer um grande jogo com uma ótima performance. Depois de passar por uma cirurgia uma semana antes da final de conferência, Barrett jogou com um certo receio, mas mesmo assim conquistou a vitória para sua equipe. O senior tem números impressionantes, incluindo 2929 jardas aéreas, 732 terrestres e 45 touchdowns totais. Ele conta com uma ótima dupla de running backs com JK Dobbins, o freshman revelação da equipe, e Mike Weber. Ambos somam 17 touchdowns terrestres. Se o ataque conseguir marcar pontos, a excelente defesa toma conta do resto do jogo. Com uma das melhores linhas defensivas, os Buckeyes já conseguiram 37 sacks na temporada e 100 tackles para perda de jardas. Nomes para se manter em mente são Nick Bosa e Tyquan Lewis.

Os Trojans, similares aos Buckeyes, contam com um ótimo ataque, comandado por Sam Darnold e com um ótimo running back em Ronald Jones II. O quarterback tem média de 63% dos passes completos para 3787 jardas e 26 touchdowns e para ajudá-lo no chão, Jones já soma 18 touchdowns. A má notícia é que os Trojans perderam alguns jogadores importantes na linha ofensiva, que pode se provar um ponto fraco ao enfrentar a linha defensiva de Ohio State. A defesa de USC não tem sido eficiente, permitindo mais de 400 jardas por jogo, porém eles contam com Cameron Smith, que lidera a equipe com 102 tackles, além de Rasheem Green, com 9 sacks, e Christian Rector.

Tudo dependerá de como estará a mentalidade dos jogadores dentro de campo. O ataque será equilibrado dos dois lados, porém na defesa Ohio State leva a vantagem. Se os Buckeyes vierem com força de vontade para mostrar que o comitê cometeu um erro ao escolher Alabama, não há troiano que segure um Buckeye com vingança no olho.

Foto: Thearon W. Henderson/Getty Images

Attachment

felipem

Estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Maria e criador do College Football Brasil. Imparcialidade não existe, College Football é melhor que NFL e apaixonado por esportes. Torcedor da Universidade de Tennessee.