Supersábado de College Football tem confronto entre FSU e Alabama como destaque

Supersábado de College Football tem confronto entre FSU e Alabama como destaque

Depois de meses de espera, a espera finalmente acaba para praticamente todos os times da FBS neste sábado. Serão 60 partidas envolvendo ao menos um time da primeira divisão. A maioria delas envolve confrontos entre FBS e FCS, mas outros jogos serão interessantíssimos e que podem ser decisivos no ranqueamento final do College Football Playoff, inclusive.

Saiba como e onde assistir as partidas de College Football
Jogo entre LSU e BYU terá transmissão na ESPN+
Jogos deste sábado com transmissão no Watch ESPN

Iowa vs. Wyoming – 13h

Um dos jogos alternativos do dia, a partida é considerada uma das com maior chance de upset. Os Cowboys contam com o quarterback Josh Allen e se apoiam nele para buscar uma vitória e repetir um feito que outro azarão conseguiu fazer no Kinnick Stadium há pouco menos de um ano: North Dakota State. Ao menos um nome é, de certa forma, conhecido de lá: Craig Bohl foi tricampeão nacional com o Bison entre 2011 e 2013 e ano passado conseguiu vencer a forte divisão Mountain. Superar Iowa não é uma tarefa fácil, mas também não impossível.

North Carolina vs. California – 13h20

Um dos confrontos externos mais interessantes do dia. Ambas contam com a saída recente de seus quarterbacks, peças-chave nos seus sistemas ofensivos. Por parte de Cal a situação é mais dramática, já que o time trocou seu treinador no fim da temporada passada após apresentar seu pior desempenho defensivo na história. Já UNC conta com um time mais sólido, joga em casa e, em tese, é o favorito.

NC State vs. South Carolina – 16 hrs 

Ambas as equipes tem muito a provar nessa nova temporada e, logo na primeira semana, se enfrentam buscando começar com o pé direito. Marcados pela irregularidade em 2016, os programas não empolgaram e tiveram resultados finais não tão empolgantes. Para 2017, é esperado bem mais deles. Os Gamecocks e o Wolfpack tem como objetivo dificultar as coisas para as grandes equipes da SEC e ACC, além de conquistar a vaga em um bom bowl game.

Os donos da casa, NC State, vão precisar muito de sua defesa se quiserem sair vitoriosos. O front seven do Wolfpack é comandado por Bradley Chubb, um dos destaques do país na posição de defensive lineman. Chubb terá matchups favoráveis contra a linha ofensiva de South Carolina e pode dificultar bastante o tempo no pocket do QB o ataque terrestre adversário.

Os Gamecocks definitivamente serão melhores que no ano passado. Isso porquê dez titulares de ataque do ano passado retornam para 2017, incluindo o QB sophomore Jake Bentley. A grande dificuldade de pontuar em 2016 contrastou com o bom desempenho defensivo. Para 2017, a expectativa de melhor desempenho de um ataque mais experiente, aliado a uma defesa ainda mais segura dá esperanças ao torcedor de South Carolina. O jogo será difícil para os Gamecocks e servirá como um grande teste de até onde essa equipe pode ir na temporada.

#17 Florida vs. #11 Michigan – 16h30 (Watch ESPN)

Em uma das principais partidas da primeira semana do College Football, #17 Florida e #11 Michigan se enfrentam no AT&T Stadium, casa do Dallas Cowboys, no Texas. A partida começa às 16h30min de Brasília e terá transmissão do Watch ESPN.

Enquanto o head coach dos Gators Jim McElwain revelou na última quarta-feira (30) que o quarterback titular será o redshirt freshman Feleipe Franks, em Ann Arbor o técnico Jim Harbaugh mantém o mistério. Apesar disso, tudo indica que o junior Wilton Speight estará liderando o ataque dos Wolverines contra Florida.

O upset do século: há 10 anos, Appalachian State derrotava Michigan e a lógica

A equipe do sul dos Estados Unidos terá desfalques para a partida. Em 13 de agosto, foi divulgado que sete atletas foram suspensos pelo técnico principal por violarem regras de conduta da universidade. Entre os principais nomes que estarão de fora da partida está o wide receiver Antonio Callaway. O running back Jordan Scarlett e o recebedor Rick Wells também estão fora da partida e agora Florida estará desfalcada de nove jogadores que cumprem suspensão e dois fora por lesão (LB Nick Smith e DB Marcell Harris). Para o lugar de Scarlett no backfield, assume o segundo anista Lamical Perine.

Pelo lado de Michigan, o head coach Jim Harbaugh quer manter o mistério sobre como sua equipe irá em campo e não só sobre o seu quarterback titular. A certeza é que o time dos Wolverines perdeu vários jogadores importantes, como o defensor Jabrill Peppers, o defensive end Taco Charlton e o defensive tackle Ryan Glasgow. Entre equipes da Football Bowl Subdivision (FBS), a primeira divisão do futebol americano, Michigan é a universidade que retorna com menos titulares entre todas, são apenas cinco no total, quatro no ataque e um na defesa.

Na defesa dos Wolverines, o principal destaque é o sophomore (segundo ano) defensive end Rashan Gary, que foi reserva no ano passado e foi escolhido para o segundo time All-American da pré-temporada de 2017. No ano passado foram 27 tackles e cinco deles atrás da linha de scrimmage.

No setor ofensivo dos Gators, o líder do ataque será Feleipe Franks, o redshirt freshman que impressionou o treinador McElwain durante os treinamentos de primavera e ganhou a titularidade para a primeira semana. “Ele merece isto. É em um grande palco (AT&T Stadium, em Arlington, no Texas) e também ele possui um bom braço” disse o head coach de Florida. Franks teve 2.766 jardas e 35 touchdowns no seu ano de senior no high school.

Notre Dame vs. Temple – 16h30 (Watch ESPN)

Jogo com o alerta vermelho aceso em South Bend. Depois de uma temporada com campanha 4-8, o técnico Brian Kelly entra em 2017 pressionadíssimo. E o que em outros anos seria uma partida tranquila, desta vez pode ser uma tremenda dor de cabeça: Temple é a atual campeã da AAC e pode trazer muitas dificuldades para o Fighting Irish. Isso mesmo com a saída do seu técnico Matt Rhule para Baylor. A partida é uma das incógnitas do dia.

UAB vs. Alabama A&M (FCS) – 16h30

O jogo recebe menção honrosa aqui por ser a volta do programa de UAB após quase 3 anos de afastamento por ter fechado o programa no final de 2014. Será interessante ver como o novo time se portará na sua reestreia após tanto tempo parado.

Boise State vs. Troy – 16h45

Dois dos melhores times do Group of Five se enfrentam em Boise. Enquanto os Broncos buscam se reabilitar de uma fraca temporada em 2016 (quando nos referimos a fraca temporada de Boise State, leia-se: não vencer a conferência) e finalmente retomar o caminho das vitórias, Troy é um programa emergente da Sun Belt e que vem sendo muito bem treinado por Neal Brown. Ele foi o responsável por dar um grande salto no time em sua segunda temporada, perdendo por pouco para a campeã nacional Clemson e quase vencendo a conferência. Pode ser que mesmo assim Boise State atropele, mas não se surpreenda com um jogo equilibrado.

Southern Miss vs. Kentucky – 17h

Por incrível que pareça, a partida entra sem um favorito claro. Os dois times são verdadeiros dark horses das suas conferências e correm por fora pelo título delas. Southern Miss aposta no seu forte ataque, que tem como destaque o grande running back Ito Smith, que correu para 1459 jardas e 17 touchdowns em 2016. Já Kentucky quer acabar com as graças da rival, que venceu o confronto do ano passado em Lexington, apostando numa defesa forte e minimamente eficiente para chegar aos resultados esperados, além de apostar no jogo terrestre.

#4 USC vs. Western Michigan – 18h15

Ambas chegaram a grandes Bowls na temporada passada, mas as coisas para 2017 são bastante diferentes. USC finalmente conseguiu se acertar com alguém no comando técnico e tem grandes esperanças de título nacional. Já Western Michigan perdeu seu treinador PJ Fleck para Minnesota e não é favorita nem para vencer a MAC. Só um milagre tira a vitória dos Trojans neste sábado.

East Carolina vs. James Madison (FCS) – 19h

Alerta máximo de upset. East Carolina vem de campanha 3-9 e vive má fase sob o comando de Scottie Montgomery. Do outro lado, James Madison é a atual campeã da FCS e vem com tudo para almejar um upset. O favoritismo ainda é dos Pirates, que tem 63,5% de chance de vitória segundo o Football Power Index (FPI) da ESPN americana. Porém, é uma porcentagem relativamente baixa para um confronto entre times de divisões diferentes.

#1 Alabama vs. #3 Florida State – 21h (Watch ESPN)

A partida mais aguardada da primeira semana tem tudo para ser um jogaço de futebol americano, daqueles que ninguém esquece. Esse pode ser um dos melhores jogos de primeira semana da história do College Football, com uma equipe ranqueada em primeiro lugar enfrentando uma ranqueada em terceiro. É possível que até mesmo o perdedor esteja no playoffs em janeiro, dependendo de seu desempenho pelo resto ano. Dito isso, vamos conhecer melhor os atributos de cada time.

Atualmente é quase impossível assistir a um jogo de Alabama sem que o Crimson Tide seja o favorito a vencer. O time de Nick Saban é uma máquina de pontuar e defender, mas comete erros em alguns momentos (mesmo que bem raros). O ataque comandado pelo perigoso QB Jalen Hurts vai ter um interessante matchup contra a defesa de FSU. O novo coordenador ofensivo, Brian Daboll, precisará mostrar um bom leque de opções ofensivas, seja correndo com o RB Bo Scarbrough ou no jogo aéreo se quiser colocar pontos no marcador. Por outro lado, a linha defensiva do Crimson Tide leva vantagem contra a O line dos Seminoles, que terá que se desdobrar a cada snap do jogo.

Florida State terá um matchup bem favorável se Hurts resolver lançar a bola 50 vezes no jogo. A secundária dos Seminoles, liderada por Derwin James, é fantástica e oferecerá muita resistência contra o jogo aéreo adversário. Ponto para os Noles. Entretanto quando o ataque da equipe do norte da Florida entrar em campo a situação pode se reverter. Com uma linha ofensiva mais frágil, o QB Deondre Francois deve ficar sem tempo para lançar a bola, sendo forçado a utilizar o jogo terrestre por mais vezes do que o esperado. Ponto para Bama.

Apesar de muito equilibrado, o confronto tende a ser mais favorável para Alabama – o Crimson Tide é favorito por 7,5 pontos –  mas não seria nada surpreendente se uma nova equipe da ACC conseguisse bate-los.

Middle Tennessee vs. Vanderbilt – 21h

Outro grande confronto alternativo. Liderada pelo prolífico quarterback Brent Stockstill, Middle Tennessee fechou 2016 como um dos melhores ataques gerais do país e uma média de mais de 500 jardas totais por partida. Já Vandy é o programa mais limitado da SEC em termos de recursos financeiros, e isso se reflete em times relativamente limitados do programa de Nashville. Apesar disso, o time conseguiu vencer seis jogos na temporada passada e ir para a Bowl Season. A defesa dos Commodores perdeu atletas-chave, como Zach Cunningham, e será interessante ver como ela irá se portar diante de um poderoso ataque logo na Semana 1.

#13 LSU vs. BYU – 22h30 (ESPN+)

O furacão Harvey causou alguns problemas para a primeira semana do College Football. A partida entre BYU e LSU acabou sendo transferida do Reliant Stadium, em Houston, para o Superdome, em New Orleans. Continua sendo um campo neutro, mas a localização é mais favorável à equipe da Louisiana.

BYU já teve um compromisso pela temporada 2017 e teve mais dificuldades que o esperado diante de Portland State, equipe da FCS. O placar foi magro: 20 a 6. Agora o desafio será muito maior para um time que falhou ofensivamente contra um adversário bem mais fraco. LSU apresenta uma das defesas mais fortes do futebol americano universitário. Isso deve ser aterrorizante para Tanner Magnum e companhia.

Para os Tigers, a questão é também como o seu ataque se comportará. Danny Etling está longe de ser um exemplo de talento na posição de quarterback e Derrius Guice sofreu com lesões nas últimas semanas. O placar provavelmente será baixo, mas o time de Ed Orgeron não terá muitos sustos para arrancar a primeira vitória de 2017.

Demais jogos

Times ranqueados

13h: #5 Clemson vs. Kent State (Watch ESPN)
13h: #6 Penn State vs. Akron (Watch ESPN)
16h30: #7 Oklahoma vs. UTEP
20h30: #12 Auburn vs. Georgia Southern (Watch ESPN)
22h30: #13 LSU vs. BYU (ESPN)
19h15: #15 Georgia vs. Appalachian State (Watch ESPN)
20h30: Purdue vs. #16 Louisville
13h30: #18 Miami (FL) vs. Bethune-Cookman (FCS)
17h: #19 South Florida vs. Stony Brook (FCS)
20h10: #20 Kansas State vs. Central Arkansas (FCS)
13h: #23 Texas vs. Maryland
23h30: #24 Washington State vs. Montana State (FCS)

Folga: #14 Stanford

Demais jogos

13h: Illinois vs. Ball State
13h: Michigan State vs. Bowling Green
13h: Missouri vs. Missouri State (FCS)
14h: Pittsburgh vs. Youngstwon State (FCS)
15h: Oregon State vs. Portland State (FCS)
15h: Air Force vs. VMI (FCS)
16h30: Northwestern vs. Nevada
16h30: Virginia vs. William & Mary (FCS)
17h: Texas Tech vs. Eastern Washington (FCS)
17h: Mississippi State vs. Charleston Southern (FCS)
19h: Duke vs. North Carolina Central (FCS)
19h: Old Dominion vs. Albany (FCS)
19h30: Marshall vs. Miami (OH)
20h: North Texas vs. Lamar (FCS)
20h: Western Kentucky vs. Eastern Kentucky (FCS)
20h: Louisiana Tech vs. Northwestern State (FCS)
20h: SMU vs. Stephen F. Austin (FCS)
20h: Coastal Carolina vs. Massachusetts
20h: Baylor vs. Liberty (FCS)
20h: Kansas vs. Southeast Missouri State (FCS)
20h: Ohio vs. Hampton (FCS)
20h: Louisiana-Lafayette vs. Southeastern Louisiana (FCS)
20h: Texas State vs. Houston Baptist (FCS)
20h30: Ole Miss vs. South Alabama
20h30: San Jose State vs. Cal Poly (FCS)
21h: New Mexico vs. Abilene Christian (FCS)
21h: Nebraska vs. Arkansas State
21h: TCU vs. Jackson State (FCS)
21h: Iowa State vs. Northern Iowa (FCS)
21h: Tulane vs. Grambling State (FCS)
21h15: Oregon vs. Southern Utah (FCS)
21h30: San Diego State vs. UC Davis (FCS)
22h: UNLV vs. Howard (FCS)
23h: Fresno State vs. Incarnate Word (FCS)
0h: Arizona vs. Northern Arizona (FCS)
1h: Hawai’i vs. Western Carolina (FCS)

Attachment

henriqueferreira

Henrique Ferreira tem 19 anos e é estudante de Jornalismo da ESPM-RJ. Tem paixão pelos esportes americanos, principalmente pelo football. Começou a acompanhar o College Football no ano de 2014 depois de assistir uma partida de UCF em Orlando e ficar encantado com a atmosfera do jogo. É torcedor de Florida State Seminoles.