Guia corneteiro do College Football 2017

Guia corneteiro do College Football 2017

FOOOOOOOOOOOOOOOOOMMMM! Somos um país, em geral, alegre – apesar de todos os problemas políticos e econômicos que a sociedade vive. O esporte é uma das maneiras que o ser humano possui de extravasar todos os seus pensamentos e emoções sem medo de algum tipo de punição – afinal, xingar alguém no local de trabalho ou de estudo lhe renderá, no mínimo, uma advertência.

Há torcedores que sejam mais otimistas, tentando esquecer os possíveis pontos negativos. Às vezes, esquecendo até mesmo de problemas e deficiências claras, facilmente perceptíveis sob a ótica do observador neutro. E há os que veem pelo em ovo – caso da nossa abordagem neste post. Jogar em formação 3-4 não dá certo, o Baker Mayfield é muito baixo, um cone traria menos prejuízo que o quarterback do seu time. Mesmo torcedores de Alabama, Ohio State e Florida State são capazes de apontar defeitos extremamente óbvios nas suas equipes. Os únicos que não perceberam, é claro, foram os técnicos destas respectivas equipes.

Através deste, lhes apresentamos o Guia corneteiro do College Football 2017. Torcedores de diversas equipes discorreram seus sentimentos com relação a quatro perguntas feitas pela equipe. O que as unia? A corneta. Fizemos chamadas na nossa página no Facebook, no grupo do College Football Brasil e tentamos abordar o máximo possível de times, dadas as nossas limitações de público. Se você quiser saber se seu time está na abordagem, role tela abaixo e torça (ou não). Os times estão em ordem alfabética.

Reiteramos que não respondemos pelo que as pessoas escreveram, nem mesmo dos próprios escritores. A única coisa que fazemos é observar, tão somente.

Alabama Crimson Tide

Gabriel Wolek, torcedor de Alabama

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Essa pergunta é difícil de responder quando você tem Nick Saban como HC e tantas opções no ataque e na defesa, mas se fosse pra apostar, acho que o time não faria uma boa temporada se os jogadores entrassem em campo de salto alto, com a mentalidade de se acharem muito superiores ao adversário e não respeitarem ele.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Meu maior medo é terminar a temporada sem conquistar nenhum título, nem mesmo o título da conferência.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Braden Smith com certeza. Ele pode jogar de guard e tackle e é um ótimo run blocker que ajudaria muito no esquema do time.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Nick Saban, obrigado por devolver o espirito vencedor de Alabama.

Arkansas Razorbacks

Arthur Vieira, torcedor de Arkansas

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Por ano após ano, não ter um recrutamento à altura da SEC oeste, vide Alabama e LSU por exemplo. Também o fator de estar na pior porção da SEC, dividindo tabela com Alabama, LSU, Texas A&M, Auburn e Ole Miss.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Temo que mesmo com uma tabela “fácil”, existe o fator Bielema: ganhar de um time forte (TCU fora de casa no ano passado) e perder pra um adversário inesperado (Missouri, também ano passado). O time geralmente costuma entregar a paçoca, como no último Belk Bowl.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Darrius Guice. Depois da aposentadoria do Rawleigh Williams, o backfield vai ficar nas mãos de um sophomore que teve poucas oportunidades na última temporada (Dewah Whaley) e isso gera uma desconfiança na torcida quanto ao valor que esse jovem pode mostrar aos Hogs. Como o Guice vai ser um dos principais nomes para o Draft em 2018, esse é o cara que eu queria no meu time.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Concentrar o ataque no jogo aéreo, Austin Allen vai pra última temporada e tem tudo pra fazer uma temporada espetacular. Junte isso ao fato de ter uma OL muito boa e recebedores de confiança. Na defesa, reforçar o interior da linha e os LBs, já que sofreram baixas irreparáveis para o Draft e é um setor fundamental para um time competitivo dentro da SEC.

BYU Cougars

Ricardo Ellison, criador do BYU Football Brasil e torcedor de BYU

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Os jogadores-chaves da equipe saíram: Jamaal Williams (RB), Kai Nacua (S), Harvey Langi (LB/DE), Nick Kurtz (WR), etc… Sem eles, o time perde muita força, tanto no ataque quanto na defesa.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Meu maior é medo é o número de seniors. Apenas 7 no elenco todo são seniors e a maioria é freshman/sophomore. A falta de experiência pode custar caro na temporada.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Armand Shyne (Utah) seria uma boa para o backfield de BYU após a perda do Jamaal Williams.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Elogiaria o Sitake pela última temporada. Foi a primeira temporada da nova staff e conseguiram um 9-4.

Florida Gators

Luiz Albuquerque, criador do The Marching Band e torcedor de Florida

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Depende do que seria uma boa temporada. Se não ganhar a SEC East já pode caracterizar como um ano ruim, especialmente se perder para Georgia, e provavelmente eu sairia para a rua com cartaz escrito “Acabou a paz”, mas mesmo vencendo e passando vexame na final da SEC também não ficaria muito feliz. O “oba-oba” que esta pode ser uma grande temporada me preocupa muito, especialmente porque existem problemas no lado ofensivo que simplesmente não foram resolvidos completamente.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Apanhar de Georgia.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Sem dúvida Nick Chubb. Um running back desse calibre ajudaria bastante o ataque.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Diria que, por causa do seu trabalho em Colorado State, eu iria acreditar neste terceiro ano pelos Gators, mas minha paciência tem limites.

Florida Atlantic Owls

Leonardo Magalhães, torcedor de Florida Atantic

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Mesmo com a chegada do Lane Kiffin, nossa defesa continua sendo um problema pra equipe mesmo que tenhamos melhorado ela nessa offseason.

Qual é o seu maior medo neste ano?

O ataque não funcionar e termos que precisar da nossa fraca defesa pra ganhar os jogos.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Alex Gardner, RB, FIU.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Eu falarei pra ele que foi a melhor coisa que já chegou em FAU/Boca Raton nos últimos 7 anos.

 Florida State Seminoles

Henrique Ferreira, redator do College Football Brasil e torcedor de Florida State

Por que seu time não fará uma boa temporada?

O ataque perdeu playmakers importantes, como o RB Dalvin Cook e o WR Travis Rudolph. Além disso, nossa linha ofensiva (que já não era das melhores em 2016) não contará com 3 titulares da última temporada e, por isso, pode desandar de vez em 2017. Essa irregularidade na proteção do quarterback, aliada a escassez de estrelas no ataque pode sobrecarregar nosso QB Deondre Francois e fazer com que uma temporada promissora vá por água abaixo.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Perder na semana 1 para Alabama e tropeçar em alguma partida fácil logo no início da temporada. Nada pior para o torcedor do que ver seu time sem chance de título logo nas primeiras semanas. A decepção seria enorme.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Creio que o OG de Florida, Martez Ivey. É bem provável que tenhamos problemas na proteção do QB nessa temporada. Seria de grande proveito ter Ivey para incorporar nossa linha ofensiva e evitar sacks, além de tirar um grande jogador do roster de nosso maior rival.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Agradeceria ao Jimbo Fisher por tudo que tem feito nos últimos anos em Florida State e por ter renovado seu contrato até 2024. Diria a ele para continuar trabalhando para conquistar seu espaço como grande lenda de FSU, assim como seu antecessor Bobby Bowden fez.

Georgia Tech Yellow Jackets

Gabriel Correa, estudante e torcedor de Georgia Tech

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Porque faz muitos anos que Georgia Tech não inspira confiança nenhuma, sempre iludindo a torcida com aquele jogo terrestre.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Do senhor Paul (técnico) achar que quem está no backfield é o Marshall Lynch e soltar todas as bolas na mão dele pra correr. Ou pior ainda, acreditar que nesses últimos anos passou um QB que saiba lançar e não só correr.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Complicado, porque se você joga no Bulldogs nunca poderá ser um Yellow Jacket. É melhor sofrer sem jogadores bons do que ter um ex-Georgia no time.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Pra ele desistir desse esquema que é 80% terrestre, porque por que já estamos em 2017 e não em 1940. É pra ele aprender a recrutar QBs melhores porque foi sofrível ver o Justin Thomas jogando. E terminaria mandando uma frase padrão torcida brasileira: “Se não joga por amor, joga por terror”.

Hawai’i Rainbow Warriors

Bruno Conci, estudante universitário e torcedor de Hawai’i

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Hawaii não fará uma boa temporada principalmente porque não tem secundária. Ao ver os jogos, tenho a impressão que ao ir em campo suas mentes continuam surfando e tomando água de coco nas paradisíacas praias tropicais. Se precisar de mais um motivo, vamos culpar as longas viagens que a equipe fará, principalmente por ser a única universidade na NCAA que não está no continente americano.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Meu maior medo é o trabalho do nosso querido treinador Nick Rolovich não evoluir como ocorreu no ano passado, voltando aos anos anteriores com defesas péssimas e recordes pífios.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Espero que isso não chegue em Manoa, mas gostaria de contar com o CB Jalen Davis (Utah State) e S Deshawn Potts (Fresno State), que possuem grande talento e já ajudariam de imediato nossa secundária, e mesmo vendo potencial em Dru Brown, não posso deixar de listar o QB Josh Allen (Wyoming), que fez um 2016 fantástico e já é listado como um dos melhores QBs de toda a NCAA.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Se eu encontrasse o tio Nick da massa, iria primeiramente elogiar o trabalho feito no seu primeiro ano de head coach, pediria pra tentar caprichar mais no recrutamento, mesmo sabendo que é bastante limitado, até um rankeamento num futuro distante. Mas, principalmente, pediria para que nunca, NUNCA, o haka fosse deixado de lado, pois isso é nosso espirito, é nossa essência, isso é ser um Rainbow Warrior.

LSU Tigers Brasil

Emanuel Nogueira, criador do LSU Tigers Brasil e torcedor de LSU

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Simples, Danny Etling é o QB titular.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Lesão do [Derrius] Guice. Seria horrível para as pretensões do time.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Da’Ron Payne, de Alabama.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Por favor Orgeron, vença Alabama nessa temporada. Já são 6 derrotas seguidas pra eles, já chega.

Michigan Wolverines

Everton Vasconcelos, um dos criadores do FABR Network e torcedor de Michigan

Por que seu time não fará uma boa temporada?

A equipe ainda não está pronta para fazer o reload (o que é comum em Alabama), então acredito que ainda este ano os Wolverines farão rebuild depois de ter perdido vários jogadores chaves da temporada passada em relação a atual. A linha ofensiva não passa confiança e Wilton Speight mostrou que em jogos decisivos botará o jogo em check.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Apesar do pessimismo já apresentado, eu tenho medo de que a equipe faça uma campanha abaixo do que foi a temporada de 2016. Além disso, é sempre péssimo perder para Ohio State. Este ano jogaremos em casa contra eles, temos que ganhar!

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Os Buckeyes tem vários jogadores bons, mas eu não gosto de nada relacionado aquele programa. Realmente não gostaria de ver nenhum jogador de lá em Michigan.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Coach Harbaugh, primeiramente eu gostaria de agradecer por ser um “homem de Michigan”. Você resgatou o programa e os fãs dos Wolverines. Hoje nós temos oficialmente o mantra de Bo Schembechler: “The Team, The Team, The Team”. Ah, sobre a temporada de treinos no Brasil, ela está de pé? (risos)

Michigan State Spartans

Gabriel Ferreira, criador do Spartans Brasil e torcedor de Michigan State

Por que seu time não fará uma boa temporada?

O time não está forte o suficiente se comparado ao nível de outros programas da Big Ten. Falta certo talento no roster, espero no máximo uma temporada com 8 vitórias.

Qual é o seu maior medo neste ano?

A falta de experiência em algumas posições, principalmente dos WR + a pass defense ano passado foi horrível e parece que não vai estar melhor esse ano. O pass rush aparenta estar mais fraco também.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Karan Higdon, OL dos wolverines, seria muito bem vindo na equipe.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Agradeceria o Mark Dantonio pelo tempo que tem treinado a equipe. Por mais que tenha feito um 3-9 ano passado, está no time desde 2007 e tem feito um ótimo trabalho aqui.

New Mexico State Aggies

Juninho Bilar Ney, o @OJose_93, torcedor de New Mexico State

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Eu me pergunto porque os Aggies fariam uma boa temporada. O time não tem uma temporada vitoriosa desde 2002, não participa de um bowl desde a década de 1960 e vai ver a reconstrução que começou com o coach Martin se formar e não trazer nenhum resultado na prática. Pra piorar, New Mexico State foi votada pra sair da Sun Belt. Independência? Talvez não. Talvez NM State siga Idaho e vá disputar a FCS a partir do próximo ano. A equipe já foi independente a maior parte de sua história e sobreviveu com isso.

Mas o time, como já foi dito, não tem tradição no futebol americano, não tem apresentado resultados e muito menos poder de persuasão pra trazer bons prospectos (afinal de contas, quem quer morar em Las Cruces-NM e ainda não ter perspectiva de vitória?). Por fim, o time tem uma temporada crucial pra definir o futuro do programa e conta com uma série de jogadores seniores que nunca deram certo jogando nesse nível, mas que devem estar em seu auge hoje em dia. Há ainda que ver se o running back Larry Rose III pode manter-se saudável toda a temporada. Sem a melhor arma ofensiva, qualquer chance de dignidade em Las Cruces está perdida.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Diante das circunstâncias já apresentadas, é justo dizer que meu maior medo é o de que o time simplesmente acabe. Não que o programa acabe de vez. Mas é bem plausível que a reitoria simplesmente decida que o programa não precisa se manter em um nível tão alto e que eles nem tem a capacidade para tocar um programa na FBS. Não acredito que isso possa acontecer ainda nessa temporada, o calendário para os próximos dois anos já está pronto e conta somente com equipes da FBS. Entretanto, o alerta está ligado para que a equipe melhore o desempenho nos próximos anos.

Por mais incrível que pareça, os Aggies estão lutando fortemente pra não serem “rebaixados”, ainda que não exista rebaixamento na pirâmide esportiva estadunidense. Limitando ao medo desta temporada, acho que terminar sem nenhuma vitória é um medo bem plausível. O calendário da Sun Belt não ajuda e é justo dizer que a única partida que NMSU realmente é favorita é no clássico contra UTEP em casa (Talvez contra os Lobos, mesmo em Albuquerque a gente tem levado sorte). Mais pro fim da temporada, Texas State (no Texas) e South Alabama e Idaho (esses no Aggie Memorial Stadium) são outros jogos em que dá pra ter uma pontinha de esperança.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Se a equipe foi tão mal ano passado, sem dúvida a incapacidade de marcar o jogo aéreo adversário. Mesmo com o ataque sofrendo diversas contusões, nada foi tão ineficiente quanto a defesa de passes da equipe. Posto isso coloco Alvin Jones como meu favorito. A adição do linebacker do segundo time da C-USA melhoraria muito a defesa contra os passes curtos e incomodaria os adversários ao tentarem estabelecer-se no jogo aéreo. Com uma melhora nessa área, sem dúvida o potencial dos Aggies subiria consideravelmente, ainda que nada que fosse tão forte a ponto de colocar a equipe como um contender.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

“Você está demitido!”. Vamos ser sinceros, o planejamento de renovação de Doug Martin não deu certo, seu recrutamento sempre deixou a desejar e a equipe não apresentou consistência em nenhum aspecto do jogo. O próprio Doug deve saber que uma nova restruturação já vem sendo planejada e que não deve ser ele o cabeça desta vez, tanto que recrutou diversos atletas de junior colleges para montar sua última geração, que já deve começar a ir embora ao fim desta temporada.

Nebraska Cornhuskers

Márcio Nunes, estudante de jornalismo e redator do College Football Brasil

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Perdemos nossos principais jogadores do ano passado. Tommy Armstrong, Jordan Westerkamp, Brandon Reilly e Nathan Gerry. Porém, o ataque sofreu mais que a defesa. Com o novo coordenador defensivo Bob Diaco, o setor mudará da formação 4-3 para a 3-4. Isso pode beneficiar a secundária, que tem bons nomes e deve ser uma das mais técnicas da Big Ten. O novo xerife em Lincoln é Tanner Lee, QB que veio de Tulane. Fez um bom spring game, mas não sei se poderá render em alto nível. O head coach Mike Riley encontrou o que ele queria para seu esquema, resta saber se ele irá corresponder. Os Huskers possuem uma tabela complicada de novo e com a saída de vários atletas chave, ficará bem complicado para a equipe vencer a divisão oeste da Big Ten.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Depois de uma temporada razoável no primeiro ano de Riley e após o bom desempenho em 2016, tenho medo que o desempenho fique abaixo da média e Nebraska tenha um recorde negativo. Seria péssimo para as pretensões do treinador e também horrível para a torcida apaixonada que amarga por algum título de expressão. Tudo é possível em Lincoln, até uma temporada positiva resultar na demissão do técnico, o que não é surpresa depois de Bo Pelini. Pelo menos o ex-reitor Harvey Perlman não está mais em Nebraska e isso certamente vai ajudar.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Oklahoma é a maior rival de Nebraska, então gostaria de ter o quarterback Baker Mayfield, com certeza. Precisamos de um líder no ataque, que chegue hoje e consiga colocar o setor em um nível alto, principalmente com defesas sólidas na conferência.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

“Você está fazendo um bom trabalho hoje coach, continue desse jeito, mantenha a regularidade. Você trouxe um otimismo que não via há tempos na torcida Cornhusker. Ainda falta um caminho considerável para chegarmos ao topo, mas tudo começa assim. Mantenha a calma para fazer seu trabalho que será recompensado em breve por tudo isso.”

Aliás, Go Huskers!

Ohio State Buckeyes

Thaís Chuva, criadora do Ohio State Brasil e escritora do College Football Brasil

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Muitas mudanças na equipe técnica nem sempre dão resultado logo na primeira temporada. Além da defesa perder suas maiores estrelas, eles não poderão salvar o jogo se o ataque se afundar novamente.

Qual é o seu maior medo neste ano?

J.T. Barrett piorar, ou se lesionar, e o ataque ser tão ruim quanto o do ano passado.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Saquon Barkley (RB) – Penn State, e Jazz Peavy (WR) – Wisconsin.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Assina aqui minha camisa Por favor, nunca nos deixe. Vamos terminar com o legado de Saban, fazer o nosso aqui em Ohio e colocar a Big Ten no mapa definitivamente.

Oregon Ducks

Richard David, criador do Oregon Ducks Brasil e torcedor de Oregon

Por que seu time não fará uma boa temporada?

E QUEM DISSE QUE NÃO? (GRITO ENQUANTO ESMURRO A MESA)

Oregon, após o fatídico Cotton Bowl de 1996, se reestruturou, apostou em centros de treinamento, boas escolhas e surgiu como uma alternativa a todas as grandes faculdades de sempre, sendo desde lá campeã da Pac-12 por 6 vezes e teve 2 fracassos no BCS National Championship.

Infelizmente, morar na costa oeste dos EUA tem seus prejuízos. O time está se reestruturando, tem seu novo head coach Willie Taggart e esperamos que essa temporada seja ruim, todavia, 2018 será muito boa (ou não).

Qual é o seu maior medo neste ano?

Uma lesão no Royce Freeman seria o balde de água fria que o time não precisaria para encerrar a temporada antes de começar. (Digo isso enquanto bato na madeira)

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Sam Darnold (USC). Vamos ouvir falar bastante dele durante o ano.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Eu perguntaria a Willie Taggart qual o objetivo de permitir que os jogadores treinassem até a exaustão no dia 16 de janeiro, chegando até a hospitalizarem 3 atletas.

Gostaria de saber do fundo do coração dele se “vomitar não desclassifica!” (Referência a fala do Stiffler em American Pie) ou se ele realmente achou que aquilo daria certo.

Penn State Nittany Lions

Felipe Laurence, criador do @oQuarterback e torcedor de Penn State

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Penn State não fará uma boa temporada em 2017 porque o elenco não tem peças de reposição, ou seja, algumas lesões e o time vai todo para o buraco junto. A defesa também não inspira muita confiança, principalmente no que diz ao pass rush. Perder Garrett Sickels e Evan Schwan ao mesmo tempo é complicado. Jogadores jovens terão que se adaptar ao esquema defensivo muito rapidamente, o que nunca é bom.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Se acontecerem lesões em algumas posições, a coisa pode desandar muito rápido. Principalmente na linha ofensiva, que finalmente achou uma estabilidade, mas anda no fio da navalha por falta de profundidade no elenco.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

O defensive end Nick Bosa, de Ohio State. Seria o jogador que realmente faria a diferença pra Penn State figurar de vez na briga por uma vaga no College Football Playoff.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Nas palavras de Celso Juarez Roth: cautela. Muita cautela.

Tennessee Volunteers

Felipe Michalski, jornalista e criador do College Football Brasil

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Por dois motivos básicos: 1. O time anda altamente zicado. Lesões de jogadores-chave, erros, problemas, tudo isso só acontece com Tennessee. 2. Nós temos um técnico horroroso. Na SEC leste mais fraca da sua história – onde até Kentucky e South Carolina conseguiram ser competitivas -, Tennessee conseguiu a proeza de terminar seu calendário interno em 4-4, entregando a divisão pra mesma Florida na qual havia derrotado pela primeira vez em 11 anos. Além disso, vários jogadores bons se transferiram, como o running back Jalen Hurd, não temos nenhuma definição quanto a quem será o quarterback titular e o calendário deste ano é consideravelmente mais pesado do que no ano passado. Vencer pelo menos 9 jogos nestas condições já vai estar de bom tamanho, embora ainda longe de ser o ideal.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Meu maior medo é que Tennessee vença 8 jogos exatamente da mesma maneira que no ano passado – produzindo viradas espetaculares depois da própria equipe ter se colocado no buraco – e a direção achar que está de bom tamanho. Esse cenário é o pior de todos. Se vencer 10 ou 11 jogos, ele é capaz de provar a todos que eles erraram – inclusive eu. Se vencer 6 ou menos, é certo que será demitido. Então, o número 8 é temerário pra mim, pois pode ser o da resignação, do apequenamento e da covardia.

O técnico Butch Jones não passa de uma verdadeira comédia, produto de um bom media training. Nos media days da SEC, ele considerou vencer 8 partidas no ano passado como um desempenho “satisfatório”, o que é totalmente incondizente com o tamanho do programa dos Vols, um dos maiores do país e que não vence a SEC desde 1998 (curiosamente, o ano do título nacional) e nem mesmo a sua própria divisão desde 2007. Desde lá, Florida, Georgia, Missouri e até mesmo South Carolina (!!!1!!11!!onze!!) conseguiram vencê-la (e Vandy teve anos em que chegou mais perto da conquista da divisão que a Tennessee pós-2007).

Pode ser que o Butch Jones seja um James Franklin incompreendido, mas até agora ele não convenceu e só conseguiu proferir pérolas, como a de ser campeão da vida após perder a divisão para Florida (troféu perdido na semana seguinte pra Vanderbilt, que também o perdeu na Bowl Season para NC State).

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Praticamente todo o time de Alabama mas, sobretudo, o técnico Nick Saban. Por mais que eu o odeie por nos destruir todo santo ano, é impossível negar a sua genialidade e capacidade de levar o time às vitórias. Além de ele realmente ser competitivo, a ponto de provocar seus jogadores após a derrota pra Texas A&M em 2012 e de não ficar satisfeito mesmo com a temporada quase perfeita no ano passado. Ah, como isso faz falta pra Tennessee…

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

“Olha meu filho, sei que tu herdou um time do Derek Dooley, mas a história de Tennessee vai muito além disso. Somos um time com 5 títulos nacionais, de Robert Neyland, de Philip Fulmer, de Geno Atkins, Peyton Manning, Reggie White… por isso, é imperdoável achar que uma temporada com 8 vitórias seja algo satisfatório – ainda mais no contexto em que vivia a própria divisão no ano passado. Ou tu toma jeito ou teremos que pedir tua demissão. E para de proferir pérolas nas entrevistas pros rivais nos zoarem. Grato.

Texas Longhorns

Will Silva, torcedor dos Longhorns

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Nosso principal running back foi embora para NFL, novo treinador, novo coordenador defensivo, 3 temporadas com mais derrotas que vitorias. Historicamente, quando se a troca de staff, o primeiro ano é bem complicado. sem falar na nossa defesa, que ta passando vergonha. Talento o time tem, mas só isso não basta.

Qual é o seu maior medo neste ano?

A adaptação dos jogadores com a nova staff e o novo sistema de jogo. Já sabemos que isso pode ser bom, mas para ser um desastre não precisa muito, e exemplos disso há vários.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

O QB de Oklahoma tem experiencia e o passe dele é preciso, tendo em vista que o nosso principal RB foi pra NFL e o nosso corpo de WRs nao é nada espetacular.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Ponha mais energia no time. Na temporada passada, em muitos jogos, o time parecia um pouco apático em campo, principalmente a defesa. Tenha uma temporada positiva, por favor, e claro, ganhe dos Sooners principalmente HAHA. Enfim, espero que esse ano a boiada estoure e a gente enfie o chifre em todo mundo na Big 12.

UCF Knights

Felipe Souza, torcedor de UCF

Por que seu time não fará uma boa temporada?

UCF entra em 2017 com o objetivo de melhorar sua temporada anterior de 6-7, o que parece ser bem possível para uma equipe que demonstrou um enorme crescimento em 2016 após amargar 0-12 em 2015.

O problema é que esse crescimento pode ter sido mascarado não por uma melhora dos Knights, mas sim pelo resultado da enorme queda no nível dos adversários derrotados dentro da AAC. Assim, o treinador Scott Frost, que tem nesse ano a volta de vários titulares, precisará mostrar que a equipe tem de fato qualidade e pode disputar a divisão contra sua maior rival, USF. E aí que a realidade irá bater de forma dura nos torcedores de UCF, pois em 2017 veremos não apenas mais uma derrota para USF na “War on I-4”, como também teremos que engolir o primeiro título dos Bulls, favoritos na AAC.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Já não bastasse ter o medo (leia-se “a certeza”) de ver seu maior rival dominar não apenas a sua divisão, como a sua conferência, sinto que UCF tende a ter novamente uma queda em seu rendimento e perder jogos que, na teoria, seriam fáceis dentro da AAC, resultando numa não ida a pós-temporada.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

O quarterback Quinton Flowers, cotado para o prêmio Heisman.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Seja lá o que você estiver fazendo, pare de brigar com os QBs da equipe e fazê-los pedirem transferência! Foram dois QBs em pouco mais de 1 ano no comando de UCF!

Vanderbilt Commodores

Matheus Shved, torcedor de Vanderbilt

Por que seu time não fará uma boa temporada?

Pois jogadores que pensam em ser médicos, advogados , engenheiros nunca serão alguém no mundo esportivo. Além do mais, perdemos Zach Cunningham , além de perder o linebacker de nome Zachary Daniel Cunningham, além de perder o capitão da defesa. Se tiver 1-11, tá de ótimo tamanho.

Qual é o seu maior medo neste ano?

Meu maior medo é o programa acabar, porque o futebol americano já foi embora. Só tem uns setenta zé mané que sabe fazer conta e sabe sobre ciências sociais e não quer fazer teatro ou xadrez, e joga pra fazer as horas complementares pra se formar logo e também não morrerem de obesidade ou de sedentarismo.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Qualquer jogador da conferencia serve. O punter de Mississípi State seria QB/MLB e punter titular absoluto, pra se ter ideia do abismo moral dessa faculdade.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Falaria nada, ele ta fazendo milagre com essa merda. Só que é pipoqueiro em Bowl.

Washington Huskies

Pedro Ivo, jornalista e torcedor dos Huskies

Por que seu time não fará uma boa temporada?

A defesa perdeu muitos jogadores e não será uma unidade nem próxima do que foi em 2016. Jake Browning, Dante Pettis e Myles Gaskin até farão boa temporada, mas fora eles, em quem podemos confiar no ataque?

Qual é o seu maior medo neste ano?

O ataque não repetir as mesmas atuações do passado sem a presença do John Ross e a defesa, com a perda de vários titulares ,também não ir nem próxima do que foi em 2016.

Qual jogador dos seus rivais você, secretamente, gostaria de ter na sua equipe?

Hercules Mata’afa, DT, Washington State e Iman Marshall, CB, USC.

Se você se deparasse com o treinador do seu time na rua, o que diria a ele?

Obrigado, Petersen. Você levantou e trouxe alegrias pra gente sonhar novamente. Não se vá se pintar uma proposta grande, a gente ainda pode crescer muito mais.

Attachment

felipem

Estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Maria e criador do College Football Brasil. Imparcialidade não existe, College Football é melhor que NFL e apaixonado por esportes. Torcedor da Universidade de Tennessee.